ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Acerto de contas pode ser o motivo pela execução no povoado Três Potes

Segundo informações da PM, as vítimas foram identificada como Olavo Lauso de Lima e Eliana Ribeiro.

Duas pessoas foram assassinadas a tiros na noite desta sexta-feira (7), por volta das 20h30, na zona rural de Picos. O crime aconteceu em uma estrada vicinal no povoado Três Potes.

Segundo informações da PM, as vítimas foram identificadas como Olavo Lauso de Lima e Eliana Ribeiro.

De acordo com informações do coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º Batalhão de Polícia de Picos, o crime tem todas as características de acerto de contas por conta da briga pelo tráfico de drogas na cidade de Picos. Olavo era conhecido no meio e atuava nos bairros São José e Morada do Sol. “Estamos apurando o caso e logo teremos mais informações”, afirmou o comandante da PM de Picos.

Olavo Lauso de Lima e Eliana Ribeiro foram as vítimas da execução
Olavo Lauso de Lima e Eliana Ribeiro foram as vítimas da execução

Ainda de acordo com o comandante, Olavo havia “entregue” à polícia pessoas ligadas ao tráfico e que estão presas. “Ele entregou o Antônio Marcos e o Sales”, finalizou o comandante.

Local do crime
Local do crime

O delegado da Polícia Civil Rodrigo Morais, contou que o local onde o casal foi assassinado é um local isolado e de pouca movimentação. “Eles foram emboscados e não tiveram chance de defesa. Foram mortos a queima roupa. Na cena do crime foram encontrados oito estojos de calibre 38 e um projétil intacto”, contou o Delegado.

LEVOU AMIGO PARA O ‘CHEIRO DO QUEIJO’

Na imagem ao fundo parte dos acusados que foram presos durante a Operação
Na imagem ao fundo parte dos acusados que foram presos durante a Operação

Em 2014, durante a Operação Monte Carmelo (LEIA MATÉRIA AQUI), Olavo foi acusado de ser o principal mentor da morte de Carlos da Silva Rocha, irmão do “Coelho”. Na época, a ex-mulher de Carlos reconheceu Olavo pelo vídeo que foi mostrado a ela pela polícia. Carlos devia mais de R$ 30 mil a traficantes de Picos. Olavo, por ser amigo da vítima foi acusado de levá-lo para o famoso “cheiro do queijo”.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar