ad16
DestaquesTodas as Notícias

Hospital Regional Justino Luz registra aumento de 400% nos atendimentos de pessoas com síndromes gripais

Na última terça-feira (04), cerca de 503 pessoas com sintomas de gripe procuraram atendimento no Hospital Regional Justino Luz.

Na última terça-feira (04), cerca de 503 pessoas com sintomas de gripe procuraram atendimento no Hospital Regional Justino Luz. Dados mostram 248 atendimentos no Serviço de Pronto Atendimento Geral, 145 no setor de Obstetrícia e Pediatria e 110 atendimentos no Setor para Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG). Os sintomas mais relatados pelos pacientes são: dor de cabeça, dor muscular, astenia (fadiga do corpo), vômito, diarreia e em alguns casos febre.

Picos e microrregião estão vivendo uma epidemia do vírus Influenza por isso o aumento na quantidade de pacientes com síndromes gripais. O Hospital Justino Luz é referência para atendimentos moderados à grave e cerca de 80% dos atendimentos registrados nos últimos dias foram atendimentos ambulatoriais.

Hospital Regional de Picos

O Hospital Regional Justino orienta a população que ao apresentar sintomas de gripe, o primeiro passo é buscar atendimento médico nas Unidades de Saúde do seu município. No caso de Picos, os adultos com síndromes gripais, deverão procurar o CIEM, no período da manhã e tarde. Já as crianças, devem procurar o PAIM no turno da tarde, de segunda à sexta-feira.

O diretor técnico do Justino Luz, Dr Tércio Luz orienta que os mesmos cuidados precisam continuar sendo tomados para evitar a transmissão da gripe. “Reforçamos que a população continue usando máscaras, higienizar as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas. O setor para atendimento de síndromes gripais é referência para casos moderados a grave que geralmente necessitam de internação, pedimos ajuda as outras instituições de saúde para aumentar o fluxo de atendimento para esses pacientes e para que sejam encaminhados para o Hospital apenas os casos moderados a grave, assim vamos conseguir com a rede de saúde integrada propiciar à população um bom fluxo de atendimento aos pacientes com síndromes gripais.” Concluiu Tércio.

Ascom HRJL

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade