ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Imagens mostram momento do acidente com integrantes do Salve Rainha

A cena mostra um carro modelo Fusca fazendo uma manobra em baixa velocidade quando é atingido violentamente por um veículo Corolla. O impacto é forte.

O vídeo foi exibido pelo jornalista Ieldyson Vasconcelos, no programa Bom Dia Meio Norte, da TV MN, na manhã desta quarta-feira (29/06) e mostra as imagens do momento exato do acidente envolvendo o Corolla conduzido pelo estudante de publicidade Moacir Moura da Silva e o Fusca onde estavam os integrantes do coletivo cultural “Salve Rainha”, Bruno Queiroz, Júnior Araújo e Jáder Damasceno.

Acidente matou Bruno Queiroz e deixou Júnior e Jader em estado grave. Vídeo mostra Corolla em alta velocidade (Foto: Reprodução O Olho)
Acidente matou Bruno Queiroz e deixou Júnior e Jader em estado grave. Vídeo mostra Corolla em alta velocidade (Foto: Reprodução O Olho)

As imagens deixam claro que o Corolla estava em alta velocidade, colidindo violentamente contra o Fusca na avenida Miguel Rosa, zona centro-sul de Teresina, e o arrastando por alguns metros. No acidente, Bruno Queiroz, que dirigia o Fusca, morreu na hora. O irmão Júnior Araújo está gravemente ferido, em coma, no Hospital de Urgência de Teresina. Jáder Damasceno foi transferido para o Hospital São Marcos.

Foram estas imagens que foram entregues à delegada de Repressão aos Crimes de Trânsito, Cassandra de Moraes Souza, nesta terça-feira (28/06). Ela vai anexar ao laudo pericial que tem em mãos do Instituto Médico Legal e também do auto de prisão em flagrante. Especula-se que Moacir dirigia acima de 100km/h no momento da colisão. Segundo laudo do Instituto Médico Legal, ele ingeriu bebida alcoólica acima do permitido.

“Moacir dirigia, segundo consta no laudo pericial do IML, sob efeito de embriaguez. Já abrimos o inquérito e vamos ouvir as testemunhas que serão necessárias e ainda solicitar todos os exames que consideramos necessário para definir um relatório final”, afirmou a delegada, que tem 30 dias para concluir o inquérito. O auto pericial acusou Moacir por omissão de socorro, lesão corporal, homicídio e embriaguez ao volante.

Bruno Queiroz foi vítima fatal do acidente; Júnior Araújo encontra-se hospitalizado em estado grave no HUT; Jader Damasceno foi transferido para o Hospital São Marcos (Foto: Reprodução Facebook / Montagem O Olho)
Bruno Queiroz foi vítima fatal do acidente; Júnior Araújo encontra-se hospitalizado em estado grave no HUT; Jader Damasceno foi transferido para o Hospital São Marcos (Foto: Reprodução Facebook / Montagem O Olho)

No entanto, caso seja comprovado o dolo eventual, ele pode responder não por homicídio culposo, mas doloso, o que pode aumentar a pena para até 20 anos de prisão.

Portal O Olho

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade