ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Indiano em navio testa positivo e Anvisa faz alerta para o Maranhão e Piauí

Ainda não se sabe se a infecção foi causada pela variante indiana do coronavírus, que médicos e cientistas afirmam ter maior capacidade de transmissão.

Um navio que está ancorado no Maranhão foi posto em quarentena pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo nota divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão, a decisão foi tomada após um tripulante da embarcação, um indiano de 54 anos, ser diagnosticado com Covid-19 através de um exame RT-PCR e dar entrada em um hospital da rede privada de São Luís.

Ontem, a Secretaria confirmou que o navio tem 15 casos confirmados de covid-19. 

O indiano, apesar de ter começado a apresentar sintomas no dia 4 de maio, ele só foi removido no navio no dia 13 de maio por meio de um helicóptero. 

Ainda não se sabe se a infecção foi causada pela variante indiana do coronavírus, que médicos e cientistas afirmam ter maior capacidade de transmissão do que a versão original. 

Devido à ligação entre Maranhão e Piauí, a Anvisa fez alerta para os dois estados. 

Amostra coletado do indiano durante o teste foi enviada para o Instituto Evandro Chagas.

Veja notas da Secretaria de Saúde do Maranhão: 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que, neste domingo (16), uma equipe técnica inspecionou o navio “MV SHANDONG DA ZHI” para avaliação clínica dos tripulantes, coleta de amostras para diagnóstico da Covid-19 e investigação epidemiológica dos casos suspeitos. Toda tripulação foi colocada em quarentena e isolada em cabines individuais na embarcação. O navio permanece em alto mar, na área de fundeio, e não chegou a atracar no porto, em São Luís.

Durante a inspeção, 23 amostras do tipo PCR foram coletadas, sendo 21 de pessoas assintomáticas e duas de pessoas sintomáticas. As amostras coletadas foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, que fará o sequenciamento genômico.

Sobre os dois tripulantes sintomáticos, o comandante da embarcação foi orientado a proceder com a transferência destes para unidade de saúde para acompanhamento médico, de acordo com os protocolos de emergência em saúde pública. O primeiro tripulante a testar positivo para Covid-19 segue internado em hospital da rede privada.

Segundo levantamento, os 24 tripulantes embarcaram no navio “MV SHANDONG DA ZHI” na África do Sul, na Cidade de Cabo. A Secretaria segue acompanhando o caso, sob coordenação da ANVISA, do Governo Federal.

Primeira nota: 


Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), do Governo Federal, que um tripulante indiano do navio “MV SHANDONG DA ZHI”, com sintomas da Covid-19 deu entrada em hospital da rede privada de São Luís.

A ANVISA informou, ainda, que o navio encontra-se em quarentena (área de fundeio) para isolamento dos demais tripulantes. O órgão estadual foi notificado pela ANVISA para seguir as exigências de protocolo sanitário, sendo orientada a realizar coleta de exame de PCR em toda a tripulação, procedimento que está em curso.

Em relação ao paciente internado, o relatório médico registra que o homem de 54 anos, de nacionalidade indiana, começou a ter sinais e sintomas no dia 4 de maio, apresentando febre. Procedimentos médicos foram realizados previamente à sua remoção para o hospital, no dia 13 de maio, mas os sintomas persistiram. A remoção do paciente foi realizada por meio de helicóptero por determinação médica.

O paciente testou positivo para Covid-19 por meio de exame PCR e a amostra coletada foi encaminhada ao LACEN/MA para posterior envio ao Instituto Evandro Chagas, que realizará sequenciamento genômico.

A Secretaria segue acompanhando o caso, sob coordenação da ANVISA, do Governo Federal.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade