ad16
AutoPECASonline24.pt
CidadeDestaquesGeralPolícia

MP dá parecer contrário em recurso que tenta livrar de Júri Popular acusados de matarem Titico Barbosa

[ad#336×280]A defesa dos acusados Josimar Holanda Nunes  ( Mazinho),  e José Gonçalves Nunes ( Zé Neto) pronunciados pelos crimes de homicídio qualificado contra a vítima Francisco de Assis Pio da Silva ( Vereador Titico Barbosa) , interpôs recurso em sentido estrito para o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, com a finalidade  de que os acusados não sejam submetidos a julgamentos pelo Tribunal Popular do Júri.

O recurso recebeu parecer contrário do representante do Ministério Público Superior (que atua junto ao TJ-PI), no qual opinou pelo indeferimento do recurso interposto pelos acusados, dando o parecer no sentido de que os acusados continuem presos, e sejam os dois submetidos a julgamentos pelo Tribunal do Júri.  Agora o recurso aguarda entrar em pauta para ser julgado pela Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí-PI.

Segundo o advogado criminalista Herval Ribeiro, assistente da acusação, ao comentar sobre o parecer do representante do Ministério Público, afirmou que não estava surpreso com o parecer, uma vez que as provas periciais e testemunhas que foram colhidas durante a instrução processual, são robustas e não deixam dúvidas.

“As provas apontam que os dois acusados  Josimar Holanda Nunes  ( Mazinho),  e José Gonçalves Nunes ( Zé Neto) foram autores não só do crime de homicídio qualificado contra a vítima Francisco de Assis Pio da Silva ( Vereador Titico Barbosa), bem como de outros crimes descritos na denúncia. Confio na aplicação da justiça, acredito que quando o recurso em sentido estrito, for colocado em pauta, o mesmo seguirá na íntegra o parecer do representante do Ministério Público”, declarou  Herval Ribeiro.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade