ad16
AutoPECASonline24.pt
GeralTodas as Notícias

MPPI apura ato de improbidade do Secretário de Fazenda por falta de repasses ao IASPI

Segundo a Diretora Geral do IASPI informou que a Secretaria Estadual de Fazenda (SEFAZ) deixou de repassar a quantia de R$ 104.745.607,80.

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 44ª Promotoria de Justiça de Teresina, que integra o núcleo da Fazenda Pública, instaurou o Inquérito Civil nº 02/2019, com o objetivo de apurar possível ato de improbidade administrativa por parte do Secretário de Estado da Fazenda, Rafael Tajra Fonteles, por conta da falta de repasse ao Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (IASPI).

A Diretora Geral do IASPI informou, por meio de ofício, que a Secretaria Estadual de Fazenda (SEFAZ) deixou de repassar a quantia de R$ 104.745.607,80 (cento e quatro milhões, setecentos e quarenta cinco mil, seiscentos e sete reais e oitenta centavos) referentes às consignações Plamta, Iapep Saúde e Iapep Coparticipação do ano de 2018.

>>Receba notícias do ‘RIACHAONET.COM.BR através do WhatsApp

Considerando que a aplicação irregular de verbas públicas constitui ato de improbidade administrativa, nos termos do inciso XI do artigo 10 da Lei nº 8.429/92, e constitui crime previsto no artigo 315 do Código Penal sob pena de detenção, de um a três meses, ou multa, o Promotor de Justiça Fernando Ferreira dos Santos instaurou o Inquérito Civil tendo em vista a necessidade de colher elementos quanto aos fatos citados. Nele, determina-se que a Diretoria Geral do IASPI encaminhe cópia autêntica dos documentos comprobatórios das informações prestadas, e que o Secretário de Fazenda seja notificado para que, querendo, apresente eventual defesa, no prazo de dez dias.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade