ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Picos está entre as cidades mais violentas no trânsito do Brasil

Com o tema “Seja você a mudança no trânsito “, a Superintendência Municipal de Trânsito –STRANS e parceiros, abriu hoje, 18, as ações em torno da Semana Nacional de Trânsito. Até próxima sexta-feira, 25, ações de prevenção e educação serão desenvolvidas por toda cidade . A meta é diminuir o número e gravidade dos acidentes.Segundo a Gerente de Educação da Strans, Samyra Motta, o número de acidentes com morte caiu de 2014 para cá, mas a gravidade dos ferimentos aumentou. “A velocidade excessiva leva à uma maior gravidade dos ferimentos. Hoje o trânsito é um problema de saúde pública. Estamos perdendo pessoas e outras ficam com sequelas graves , se tornam paraplégicas, tetraplégicas ou adquirem problemas neurológicos. Precisamos chamar a população para poder diminuir esses números”, disse.

Avenida Getúlio Vargas em Picos
Avenida Getúlio Vargas em Picos

As motos são responsáveis pelo maior número de acidentes fatais e pessoas feridas. “Motoqueiros são condutores mais imprudentes. Relatório do último trimestre mostra que o número de acidentes com moto estão sempre em primeiro lugar em número de morte e gravidade de ferimentos por falta de capacete. Em nossas peças publicitárias colocamos a afirmação de quem não há reposição para a peça protegida pelo capacete”, disse.

Saindo de Teresina, a responsabilidade dos condutores de veículos cai drasticamente. “No interior encontramos motociclistas sem habilitação, sem capacete e menores conduzindo veículos. A maioria dos municípios não tem trânsito municipalizado”, finalizou Samyra. Sob este aspecto, o diretor geral do Detran – Departamento Estadual de Trânsito – Arão Lobão, afirmou que uma pesquisa do Ministério da Justiça aponta que o Piauí tem sete cidades entre as cem cidades brasileiras com trânsito mais violento. Dentre elas, Valença, Picos, Floriano, Teresina, São Raimundo Nonato, Oeiras e Corrente. “Iremos empreender um conjunto de ações para minimizar significativamente o número de vítimas fatais”,disse.

A abertura mostrou também que a arte pode ser um instrumento para sensibilizar pessoas. Um grupo de teatro encenou uma peça onde várias infrações de trânsito eram cometidas como dirigir após consumo de bebida alcoólica , além de ações imprudentes como atravessar a rua fora da fixa de pedestres. O futuro também foi lembrado com o envolvimento de crianças da CMEI Residencial Firmino Filho, localizado na zona sudeste de Teresina. Elas representaram sinais de trânsito, agentes de trânsito e mostraram como se deve fazer para evitar acidentes. Dentre as infrações mais comuns estão estacionamento em local proibido, velocidade acima do permitido e dirigir após ingestão de bebida alcoólica. A Semana Nacional de Trânsito termina na sexta-feira,25, com uma ação educativa conjunta a ser realizada no cruzamento das avenidas Miguel Rosa e Frei Serafim, a partir das 8h.

Vooz

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade