ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Pistolagem executa jovem com vários tiros em São José do Piauí

[ad#336×280]Mais um assassinato com características de pistolagem foi registrado ontem na região de Picos, a 310 quilômetros ao Sul de Teresina. O jovem Luciel Francisco Evangelista de Carvalho, 23 anos, foi executado com vários tiros de pistola quando se encontrava sentado em rente a um bar – não estava bebendo -, no povoado Malhada Redonda, em São José do Piauí.

De acordo com pessoas que se encontravam no bar, Luciel Francisco estava conversando com um amigo, como costumeiramente fazia todos os finais de tarde, quando chegaram dois elementos em uma moto, oportunidade em que o rapaz que estava na garupa sacou de uma arma, possivelmente pistola, e começou a efetuar os disparos, acertando vários deles, provocando a sua morte no local e depois fugiram em alta velocidade.

Violência urbana
Violência urbana

“Domingo, ele estava em um bar quando chegaram quatro homens e nos informaram que era para matá-lo. O bar era o ponto onde ele ficava. Me disseram que eles chegaram normalmente, falando com as pessoas, sem capacete, sem máscara. Quando foi ontem, escureceu, ele não chegou, e só escutei os tiros. E, após atirarem, saíram normalmente”, disse Maria do Socorro, mãe da vítima.

Segundo informações Maria do Socorro, seu filho estava morando em São Paulo há algum tempo e veio para cá recentemente. Ela disse estar estranhando o comportamento de Luciel e perguntou o que aconteceu para que ele retornasse ao Piauí, mas ele se recusou a falar para a família.

Algum tempo depois, a família foi informada de que Luciel estava correndo perigo, mas, segundo sua mãe, ele insistia em não dizer o motivo e pediu para que não se preocupasse. “Eu não tenho nada para reclamar dele. Ele nunca foi agressivo. Aqui no povoado todo mundo gostava dele. Ele está pagando por alguém com quem ele andava. Isso foi má companhia”, disse, emocionada, a mãe da vítima.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal – IML, em Teresina, onde foi examinado e depois liberado para o velório.

Logo que tomou conhecimento do delito, o delegado-geral da Polícia Civil, James Guerra, manteve contatos com o delegado regional de Picos, Antônio Madson de Oliveira, determinando empenho nas investigações.

Diário do Povo
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade