ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Polícia de Picos registra três casos de estupro de crianças em quatro dias

A primeira ocorrência se deu no sábado (10), quando uma criança de 08 anos teria sido violentada pelo próprio avô dentro de casa.

A Polícia Civil, por meio do 2º Distrito Policial, está investigando três casos de estupro de crianças ocorridos na cidade em um intervalo de quatro dias. A primeira ocorrência se deu no sábado (10), quando uma criança de 08 anos teria sido violentada pelo próprio avô dentro de casa. Já o segundo caso foi registrado na noite do último domingo (10), quando uma menina de apenas quatro anos teria sido abusada pelo tio-avô. E o terceiro caso, ocorreu na noite de ontem (12), quando uma menina de 12 anos teria sido estuprada pelo filho de padrasto.

Receba notícias do ‘RIACHAONET.COM.BR através do WhatsApp

Picos-PI

No caso da criança de 04 anos, o crime foi presenciado pela mãe da vítima, que sentiu falta da filha na festa e ao procura-la pela casa, a encontrou no quarto com o tio-avô praticando atos libidinosos em seu corpo. Houve um tumulto a casa, quando a mulher tentou afastar o suspeito da filha e os convidados, revoltados com a situação, agrediram o homem.

“Ele sofreu um princípio de linchamento, a Polícia Militar foi acionada e conseguiu conter os ânimos. O suspeito foi levado para o hospital regional da cidade e, ao que consta, sofreu lesões no baço e precisou passar por cirurgia. Ele ia ser ouvido hoje pela delegada responsável e a criança está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar”, diz o delegado Marcelo Leal, gerente de policiamento do interior.

De acordo com ele, o tio-avô da criança, que não teve o nome revelado para preservar a identidade da vítima, é do Maranhão e teria vindo a Picos a passeio e participar do aniversário da vítima.

Um outro caso, ocorrido na noite desta terça-feira (12), se deu na zona Rural de Picos e a vítima tinha 12 anos. Segundo a Gerência de Policiamento do Interior, o suspeito é filho do padrasto da menina e teria confessado o crime após ser conduzido para a delegacia e prestar depoimento.

“É um jovem de 24 anos. Os vizinhos perceberam que havia algo errado e fizeram alarde, socorreram a menina e a PM conseguiu fazer sua prisão em flagrante. Houve a confissão por parte dele e agora estamos aguardando os resultados dos exames periciais para anexar aos autos”, explicou o delegado Marcelo.

O gerente de policiamento do interior acrescenta ainda que, em casos comprovados de estupro de vulnerável, a pena aplicada geralmente varia entre 8 a 15 anos de reclusão, dependendo da gravidade do crime. Se houver lesão corporal, isso se torna mais uma qualificadora.

Conselho tutelar denuncia outro caso

Procurado para falar sobre as ocorrências, o Conselho Tutelar de Picos denunciou ainda um terceiro caso de estupro registrado na cidade nos últimos dias. No sábado (09), uma criança de apenas oito anos teria sido violentada dentro de casa  e o suspeito é apontando como sendo o próprio avô da vítima.

“Em geral e infelizmente boa parte desses crimes é praticada por pessoas que têm certa proximidade com as vítimas. É preciso estar sempre atento e, se possível, não deixar as crianças ou adolescentes sozinhos, como no caso da menina de 12 anos, que estava sozinha com o filho do padrasto”, explica Pâmela Santos Bezerra, presidente do Conselho Tutelar de Picos.

Ela esclarece ainda que as vítimas estão passando por acompanhamento psicológico e que o Conselho Tutelar está dando apoio às famílias e acompanhando as famílias para anexar no relatório dos inquéritos abertos.

Fonte:Portal O Dia

Tags

Leia Também

Publicidade