ad16
DestaquesDom Expedito LopesTodas as Notícias

Polícia investiga churrasco em Dom Expedito Lopes que gerou aglomeração na quarentena

A Polícia Civil do Piauí investiga um churrasco realizado na cidade de Dom Expedito Lopes, na região de Picos, no dia 30 de abril, quando já estavam em vigor os decretos do Governo do Estado e da prefeitura do município, que determinaram a quarentena e proibiram aglomerações como medidas de prevenção à Covid-19.

A investigação teve início após solicitação do Ministério Público do Piauí (MP-PI). Um vídeo feito durante o evento e recebido pelo G1, nessa segunda-feira (18), mostra as pessoas reunidas sem respeitar a distância recomendada pelas autoridades da saúde como forma de prevenção ao contágio.

Vídeo feito durante o evento mostra as pessoas reunidas sem respeitar a distância recomendada pelas autoridades da saúde — Foto: Reprodução

O MP informou que um vereador da cidades estava presente no evento e que ele deveria ser intimado para depor. A Delegacia Regional de Picos é responsável por apurar o caso. A delegada Laura Carneiro não deu informações sobre a investigação, disse apenas que estão sendo feitas diligências.

O Ministério Público afirmou que as pessoas envolvidas podem responder pelo crime de infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, previsto no artigo 268 do Código Penal. A punição pode ser de detenção, de um mês a um ano, e multa.

No dia em que o evento foi realizado, 30 de abril, o Piauí registrou 600 casos confirmados de coronavírus, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). Até aquele momento, o estado tinha registrado 24 mortes por Covid-19 e 58 municípios com casos da doença.

Até essa segunda-feira (18), a Sesapi registrou 2.440 casos confirmados de coronavírus, 85 óbitos e 113 cidades atingidas pela pandemia. O município de Dom Expedito Lopes, que até o dia 10 de maio não tinha nenhum caso da Covid-19 confirmado, registrou um caso no boletim do dia 11 deste mês.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui