ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralTodas as Notícias

Prefeitura de Picos entrega 1.309 boletos da Garantia Safra para agricultores

O benefício é um seguro para os trabalhadores rurais que vivem da agricultura familiar.

A Prefeitura Municipal de Picos através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento realizou a entrega de 1.309 boletos da Garantia Safra para diversos agricultores da cidade de Picos. A solenidade de entrega dos boletos aconteceu na manhã desta segunda-feira, 25 de janeiro, no pátio da Prefeitura. Diversos agricultores filiados ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Picos foram contemplados com o benefício.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Picos, Francisco Pereira, explica que ao todo 1309 agricultores estão sendo beneficiados com os boletos do Garantia Safra, o que representa segundo ele, um número bem significativo. “Infelizmente a pandemia atrapalhou muito as instituições e os agricultores, assim como, no que se refere ao benefício, contudo o que recebemos já está dentro do esperado”, disse o presidente.

Francisco Pereira afirma que como representante dos agricultores enxerga um período difícil com a irregularidade das chuvas neste ano. Segundo ele, esse período já era para os agricultores estarem com as sementes plantadas. “A Garantia Safra é muito importante, pois se no município houver uma perca na agricultura que seja superior a 50%, os agricultores que estiverem com seus boletos pagos irão receber R$ 870,00 reais para amenizar um pouco o prejuízo, não será a mesma coisa se tivéssemos o inverno regular, mas já é uma ajuda para a família e a economia do município”, explicou Francisco Pereira.

Francisco Pereira – Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Picos

O prefeito de Picos, Gil Paraibano, esteve presente no ato da entrega dos boletos da Garantia Safra, o gestor pede para que os agricultores façam bom uso do valor, ao tempo que alerta para procurarem receber o benefício só aquelas pessoas que vivem do trabalho na roça.

“O Seguro Safra é um benefício para que se houver a seca o dinheiro venha cobrir o prejuízo do agricultor. As pessoas precisam plantar, estamos com sete tratores arando terras para ajudar. Mas quem fizer o Seguro Safra e não plantar, depois virá uma fiscalização andando nas roças para ver de fato quem plantou. O presidente do sindicato é um dos responsáveis por essa fiscalização, precisamos ter esse cuidado, quem não vive da roça não deve fazer, o benefício deve ir para quem vive da agricultura e precisa do dinheiro”, frisou o prefeito.

O secretário de agricultura do município de Picos, João Paulo, afirma que os agricultores que foram contemplados com os boletos irão pagar um valor simbólico de R$ 17,00 reais como uma forma de seguro, para caso o período chuvoso não seja como o esperado, posteriormente eles virão a receber o Seguro Safra em torno de R$ 870,00 reais.

“Esse dinheiro irá dar um montante no valor de R$ 1.250,000,00 reais na economia do município. Pedimos a conscientização de todos eles que fizeram o cadastro como agricultores, para que realmente vão plantar e não aja prejuízo nos cofres públicos. A Prefeitura em parceria com o estado está fazendo o possível para cobrir esse seguro, mas ainda iremos fazer um ‘pente fino’ para saber quem está trabalhando e plantando como e que não aja fraude”, disse o secretário.

João Paulo – Secretário de Agricultura e Abastecimento

João Paulo ainda alerta que se for constatado qualquer tipo de fraude serão feitos processos administrativos e o agricultor ficará de fora dos próximos benefícios do Seguro Safra.

Aração de Terras

O secretário disse em entrevista que a gestão atual recebeu o município com apenas um trator funcionando. Contudo, segundo João Paulo, 25 dias após a posse do prefeito Gil Paraibano, sete tratores foram consertados e já estão à disposição dos agricultores para a aração de terras.

“Estou fazendo mapeamento da zona rural e todos os povoados quero que um trator fique à disposição das pessoas. Os agricultores dão apenas uma contribuição simbólica com o óleo diesel para que possa arar as terras, em compensação o município disponibiliza a máquina e o operador. O serviço é feito na área que o agricultor irá plantar, independentemente do tamanho”, finalizou João Paulo.

Fonte: Ccom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade