ad16
DestaquesGeral

PRF intensifica a fiscalização, mas óbitos ainda são constantes em Picos

Vítima de acidente de moto
Vítima de acidente envolvendo motocicletas são comuns – Foto: Gean Carvalho

Nos últimos meses a 4ª Delegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal) tem intensificado a fiscalização das BR’s na zona urbana da cidade de Picos. E essas ações devem ser ampliadas pelas próximas semanas inclusive a com a utilização de motocicletas pelos patrulheiros. Toda essa preocupação tem um motivo: o trecho do perímetro urbano do município, que compreende a BR 316 e a BR 407, é um dos mais complicados do Piauí.

“Estamos intensificando constantemente a fiscalização e nós vamos trabalhar constantemente para reduzir o índice de mortalidade no trânsito em nossa cidade, que é a nossa maior preocupação”, pontuou o Inspetor da PRF Washington Sousa. Para auxiliar o efetivo local a Superintendência Estadual da PRF enviou ao município no no mês passado o “Comando Moto Vida”. Na oportunidade houve uma grande fiscalização e cinco motoqueiros foram autuados por dirigir embriagados.

Mas apesar da intensificação da fiscalização por parte da 4ª Delegacia da PRF, em setembro, cinco pessoas vieram a óbito após se envolverem em acidentes de trânsito nas BR’s que cortam a zona urbana de Picos. Até o fechamento desta matéria a última vítima da violência no trânsito picoense foi o segurança particular Antônio João Nascimento, de 46 anos. Ele trafegava de motocicleta quando foi colhido por um veículo S 10. O acidente aconteceu na BR 316, próximo a entrada do bairro Belo Norte, no último dia 22 de setembro.

O carro envolvido no acidente era conduzido pelo presidente da Mesa Diretora da Câmara, vereador Iata Rodrigues (PSB). Em nota o parlamentar disse que “estava indo para Gameleira e próximo a pousada um cara de moto, com o farol apagado entrou na BR. Ele tentou tirar de todas as formas, mas não conseguiu”. A PRF apura as causas desse acidente.

Um dia antes, no dia 21, o recruta do 3º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção), Fabrício Gomes Leal, 19 anos, veio a óbito no Hospital São Marcos, em Teresina, em decorrência de ferimentos na cabeça provocada por um acidente de trânsito, no último dia 16, na BR 316, também próximo ao Belo Norte. Fabrício seguia de moto e sem capacete quando atropelou um pedestre. Devido ao impacto, ele caiu e bateu com a cabeça na pista tendo várias lesões.

Na penúltima semana de setembro, o passageiro de um Celta, Francisco Raimundo da Luz, de 35 anos, morreu depois que o veículo colidiu na traseira de um caminhão. O acidente aconteceu próximo ao Posto Fiscal do bairro Paraibinha, na última segunda-feira (17).

Um outro acidente de trânsito com vítima fatal na cidade de Picos já havia sido registrado no último dia 10 de setembro, na BR 407, na altura do bairro Junco, próximo ao Mercado Público daquele bairro. Naquela ocasião o aposentado Francisco Erimito da Cruz, de 62 anos, trafegava em uma bicicleta quando foi atropelado por um veículo D 40. A colisão aconteceu quando o motorista se preparava para fazer uma curva para sair da BR e entrar na rua do Mercado.

A roda traseira do veículo passou por cima da bicicleta e de Francisco Erimito que teve morte no local. O motorista da D 40, identificado como José Getúlio da Silva foi submetido pela PRF ao teste de alcoolemia que apontou a presença de 1.71 miligramas de álcool por litro de sangue do motorista, um percentual cinco vezes acima do permitido por Lei. José Getúlio da Silva foi conduzido a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

O primeiro acidente com vítima fatal no mês de setembro na cidade de Picos aconteceu no Km 315 da BR 316 por volta das 02h40min do último dia 02. Segundo o Chefe da 4ª Delegacia da PRF, Natanael Araújo, o motoqueiro José Luís Silva Carvalho, de 27 anos, trafegava na altura do bairro Conduru, próximo ao 3º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção), quando colidiu na traseira de um veículo não identificado. Ele morreu no local.

“O motociclista veio a colidir na traseira de um veículo que se evadiu do local. Quando o policial da PRF chegou não tinha mais condutor nem veículo no local”, disse o Chefe da 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal.

Jornal Em Resumo

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade