ad16
EducaçãoGeral

Professores da Ufpi aprovam greve geral para abril

Campus da UFPi em Picos
Campus da UFPi em Picos

Os professores da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) aprovaram indicativo de greve para o próximo mês. A decisão foi motivada pelo descumprimento de acordos firmados com o Governo Federal ainda em 2011 e em decorrência das alterações no processo de escolha do reitor da instituição.

De acordo com o professor Mário Ângelo, presidente da Associação dos Docentes (Adufpi), o governo se comprometeu a pagar um reajuste de 4% a partir deste mês de março, além de incorporar uma gratificação ao vencimento básico e de apresentar uma proposta de reestruturação de carreira docente. No entanto, nenhum item do acordo foi encaminhado até agora.

“Recebemos a prévia do contra-cheque do mês e lá não consta o aumento, assim como o resto também foi descumprido pelo governo federal”, afirma o representante da classe.

A nova metodologia para escolha do reitor da Ufpi também entrou na pauta da assembleia geral realizada nesta quarta-feira (28). Duas resoluções aprovadas na semana passada extinguem o processo de eleições diretas e repassam para o Conselho Universitário o poder de escolher o próximo gestor.

O presidente da Adufpi questiona a validade de uma consulta informal que, segundo ele, não pode ser considerada. “Mesmo que haja, essa consulta informal não garante nada, pois ela não tem valor legal”, diz Mario Ângelo. A entidade de classe vai questionar judicialmente a medida.

Todos os encaminhamentos dos professores da Ufpi serão levados para uma assembleia nacional que será realizada amanhã (29), em Brasília. Essa reunião é que vai deliberar se a categoria deflagrará a greve.

PortalODia

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade