ad16
Educação

Professores da UFPI se reúnem e podem decidir por greve hoje

Docentes reivindicam valorização da carreira. Governo fez proposta de reajuste de 4%, mas categoria não aceita.

Mário Ângelo, presidente da Adufpi
Mário Ângelo, presidente da Adufpi - Foto: Divulgação/Adufpi

Os professores da Universidade Federal do Piauí fazem hoje (18) uma paralisação e decidem, em assembleia, se irão aderir ao movimento grevista nacional. Dentre as principais reivindicações estão a valorização da carreira e o reajuste salarial.

De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da UFPI, Mário Angelo, a pauta vem sendo discutida desde junho e o governo ofereceu aumento de 4%, mas a categoria não aceita. “A proposta não toca na valorização da carreira. Um escrivão da PF, por exemplo, ganha R$ 11 mil em início de carreira. Um professor de nível superior recebe pouco mais de R$ 2 mil”, afirma.

A proposta nacional quer a incorporação de gratificações ao vencimento, com piso de R$ 2.196,74 para graduados com 20 horas semanais em início de carreira, além de outras reivindicações.

A categoria para as atividades e discute a pauta em uma assembleia na Adufpi nesta manhã. No próximo sábado haverá uma reunião em Brasília, na Associação Nacional dos Docentes, para definir o início da greve nacional.

Fonte: Cidadeverde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade