ad16
Educação

Professores do Estado recusam proposta e mantêm greve

Piso nacional dos professores terá aumento de 22%
Piso nacional dos professores terá aumento de 22%

Trabalhadores em Educação no Piauí decidiram recusar a proposta de reajuste salarial do Governo do Estado e manter a greve iniciada no dia 27 de fevereiro. Após assembleia geral no Teatro de Arena, a categoria fez passeata até o Palácio de Karnak, onde houve manifestação.

“O Governo propôs um reajuste de 22% apenas para os professores das Classes A e B, ativos e inativos e nenhum reajuste para as demais classes, isto é igualar todo mundo e acabar com as classes do magistério”, disse Odeni Silva, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Sinte-PI.

A assembleia contou com cerca de 200 trabalhadores. O Estado conta hoje com 24,9 mil, mas, segundo o Sinte, a proposta do governo contemplaria cerca de 2 mil servidores. O restante dependeria de projeto a ser encaminhado para a Assembleia Legislativa.

“Nós vamos continuar com o movimento até o governador Wilson Martins apresentar uma proposta decente para a categoria”, acrescentou Odeni Silva.

Uma nova assembleia será realizada na quinta-feira (8), às 9h. Até lá, ações devem intensificar o movimento.

CidadeVerde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade