ad16
AutoPECASonline24.pt
GeralTodas as Notícias

Réveillon: Viagens de última hora podem sair até 70% mais caras

Escolher o destino, pesquisar preços de pacotes aéreos, terrestres e a hospedagem, comprar moeda estrangeira e arrumar a mala fazem parte da rotina de quem se programou para viajar no réveillon. Visitar a família ou conhecer uma nova cidade ou país é a principal motivação de quem vai embarcar nos próximos dias de descanso.

O planejamento financeiro e o ajuste do calendário garantiu à Joselena Pequeno e Cleiton Alves a viagem de final de ano. O destino é Fortaleza e os sete dias que vão passar na capital cearense já tem programação definida. “Começamos a pensar essa viagem no primeiro semestre. Apenas nesses dias as nossas folgas coincidem e nossos filhos estão de férias do colégio. Assim, é possível fazer uma viagem mais longa. Optamos por buscar uma agência de viagens, pela segurança e comodidade na reserva de hotel e passagens aéreas”, comenta a funcionária pública.

Para quem não se programou como Joselena e Cleiton, ainda há uma alternativa, contudo, os valores pagos podem sair até 70% mais caros. O consultor de viagens Adalberto Leitão reforça que para conseguir bons preços e boas condições de viagem, antecipar os planos é fundamental. “Para viagens no réveillon, por exemplo, as opções disponíveis são roteiros nacionais, como São Luís no Maranhão e Fortaleza no Ceará. O valor pago é mais caro. Os voos estão todos lotados, Teresina ganhou, inclusive, voos extras para Brasília”, destaca.

Foto: Marcela Pachêco/O Dia


Com ajustes nos insumos, a exemplo dos combustíveis, Adalberto Leitão diz que época de passagens baratas acabou

“O piauiense aprendeu a se programar. A maioria das pessoas que vão viajar no réveillon, via agência de viagens, escolheram o destino e fizeram a reserva com muitos meses de antecedência. Nesse período, por exemplo, as agências trabalham com bloqueio – que são reservas de passagens, com preço fixo – é o diferencial. Quem decidir viajar agora pagará entre 30% a 70% mais caro. Uma passagem comprada para Fortaleza com antecedência custa em média R$ 400. Porém, nesse período, poderá sair por R$ 1 mil”, explica.

Adalberto Leitão também avalia que a época de passagens baratas acabou. “Houve reajustes em insumos, como o combustível, que encareceu as passagens. Além de outras políticas econômicas controladas pelo governo e das taxas de câmbio para dólar”, lista.

O consultor de viagens acrescenta que o diferencial em 2014 foi a procura por pacotes de viagens terrestres, com deslocamento por ônibus. “Em geral, são destinos nacionais. E por essa procura, surgiram destinos como Natal no Rio Grande do Norte e Jericoacoara no Ceará, que esgotaram logo após serem lançados. Outro destino bastante procurado é o litoral do Piauí, em especial Barra Grande, que tem se destacado pelas belezas naturais e infraestrutura que oferece aos turistas”, comenta.

Por: Andressa Figuerêdo – Jornal O Dia

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade