ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Saúde de Picos dá início a projeto de castração de animais de rua

A medida tem como objetivo principal implementar políticas públicas eficazes para o controle da população canina de rua.

A Secretaria Municipal de Saúde de Picos, em parceria com os Amigos Protetores dos Animais de Picos (APAPI), deu início ao projeto de castração gratuita de cães em situação de abandone de rua. Nesta segunda-feira, 02 de agosto, o Bairro Parque de Exposição foi o primeiro a ser comtemplado com a medida, tendo os animais capturados e encaminhados para a castração.

O Projeto tem como objetivo principal implementar políticas públicas eficazes para o controle da população canina de machos e fêmeas, através da castração humanizada, diminuindo a procriação por meio da intervenção cirúrgica.

As atividades de castração tiveram início no bairro Parque de Exposição (Foto: Arquivo Pessoal)

A Presidente da APAPI, Sânya Elayne, explicou que o projeto de castração é um sonho que está sendo realizado, e destacou a importância desta ação para evitar o abandono e os maus tratos aos animais de rua, assim como, conter o avanço da população canina.

 “A APAPI vê isso como uma grande conquista, desde de que iniciamos esse projeto, que a gente vem batalhando pela castração pública gratuita, porque entendemos que essa é a única solução para tentamos reduzir a quantidade de animais soltos nas ruas de Picos e consequentemente vítima de maus tratos” contou Sânya Elayne.

Sânya Elayne, Presidente da APAPI. (Foto: Isael Pereira)

O projeto procederá da seguinte forma, por dia, a APAPI vai castrar, quatro animais, sendo três machos e uma fêmea, a ONG será responsável por auxiliar tanto no resgate quanto no pós-operatório dos animais que não poderão ser devolvidos para a rua antes de estarem cicatrizados. Durante esse período os animais ficarão no Centro de Zoonoses, que estará aberto para a visitação das pessoas que desejarem adotar um animal.

“Os animais serão recolhidos pela carrocinha, com o apoio da APAPI, direcionados para o pet conveniado, sendo feito a castração, eles voltam para o Centro de Zoonoses para passar uns dias durante o tempo necessário do pós-operatório, nesse período o Centro estará aberto para visitações para as pessoas que queiram adotar um animal já castrado, para que evite que eles voltem para as ruas’’ explicou a presidente da associação.

Sânya Elayne possui forte atuação no movimento de amparo e proteção ao animais. (Foto: Isael Pereira).

O Secretário de Saúde, Aldo Gil, falou da satisfação de dar início a um projeto que é de suma importância na redução do sofrimento dos animais, e transmissão de doenças. O que consequentemente trará melhoria para a Saúde Pública do Município.

 “É uma satisfação muito grande, dá início a esse programa de castração dos animais de rua, pois é um problema que sabemos que há anos vem se arrastando em Picos. E na data de hoje demos esse ponta pé inicial a esse programa que vai reduzir o sofrimento dos animais, e a transmissão de doenças, e consequentemente vai melhorar a Saúde Pública do nosso Município” destacou o Secretário.

Secretário Aldo Gil tem dado todo suporte necessário para a realização do projeto (Foto: Fátima Miranda).

Aldo Gil, finalizou explicando que todo o projeto foi pensado, e está sendo executado de acordo com a lei de proteção aos animais, “A gente englobou as ONGs, APAPI que vem dando uma assistência exemplar a Prefeitura de Picos, através da Secretaria de Saúde, e o Centro de Zoonoses, para abordar o projeto dentro de todas as leis de proteção aos animais” contou o gestor.

Ccom PMP

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade