ad16
Geral

Seca já prejudica 50% da agricultura familiar no Piauí, segundo a Fetag

Evandro Luz Emater
Evandro Luz – Foto: Emater

A falta da água, o calor excessivo e a perda do plantio têm sido reclamações constantes dos agricultores de municípios do Piauí que sofrem com a seca. Segundo o diretor da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Piauí (Fetag), Evandro Luz (foto), em razão da falta d’água em alguns municípios do Estado, o abastecimento está sendo feito através de carro pipa.

“Temos recebido várias reclamações, tem pessoas comprando água em vários municípios do Estado”, afirma Evandro. O diretor da Fetag salienta que um levantamento sobre a situação dos municípios está sendo feito e que será divulgado no final de setembro.

Ainda segundo a Fetag, por conta da escassez de chuva, neste ano a agricultura familiar de alguns municípios não atingiu 50% do esperado, como por exemplo, Itaueira e Picos. E por conta dessa perda, os trabalhadores rurais do Piauí podem recorrer ao Seguro Safra, um benefício criado pelo Governo Federal para garantir uma renda mínima aos agricultores de base familiar, que tenham sido vitimas de estiagem.

O valor do Seguro Safra é de R$ 640,00 reais, dividido em cinco parcelas e são sacadas com cartão do cidadão. Só participam do programa agricultores familiares com renda bruta mensal de até um salário mínimo e a adesão ao programa deve ser feita antes do plantio.

“Estamos esperando a liberação do seguro Safra, principalmente nos municípios de Itaueira, Picos, bastante afetados. O prefeito tem que declarar estado de emergência para assim os agricultores receberam o seguro. A expectativa é que a liberação seja logo, pois temos recebido muitas reclamações”, disse Evandro Luz.

Fonte: PortalAZ

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade