ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
Esporte

SEP dá adeus a Copa Piauí com quinta derrota seguida

[ad#336×280]Cada vez mais próxima a chance do Flamengo-PI faturar o título da Copa Piauí. A Raposa suou, mas venceu do Picos, por 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do returno da competição. Com gols de Raphael Freitas e Fabinho,  Raposa virou a partida e em sua campanha invicta até aqui. Com o placar construído, nesta segunda-feira (7), em Teresina, os rubro-negros estão a uma vitória do título por arrastão do torneio.

Com uma visível evolução desde a estreia, o Zangão conseguiu encaixar uma distribuição pelo gramado que levava perigo ao gol do Flamengo-PI, sobretudo ao longo do primeiro tempo. No entanto, a avalanche de tentativas do trio ofensivo composto por Raiff, Fabinho e Raphael Freitas conseguiu furar o bloqueio e pavimentar a quarta vitória do clube na competição.

O Zangão dá adeus a todas e quaisquer possibilidades de título e de conquista do direito de ser representante do estado na Copa do Brasil do ano que vem.

Zangão atua em todo o campo e vende caro a vitória ao Flamengo-PI (Foto: Wenner Tito)
Zangão atua em todo o campo e vende caro a vitória ao Flamengo-PI (Foto: Wenner Tito)

Raposa tenta, mas Zangão sai na frente

A proposta do Flamengo-PI era clara. Paulo Moroni abriu mão do goleiro titular Robson para colocar o sub-23 Atson no gol, e assim poderia botar Raphael Freitas formando o trio de ataque ao lado de Fabinho e Raiff. Por outro lado, o Picos também não se acanhava e não apostou em um time defensivo, adiantando a marcação e também subindo ao ataque.

Nos primeiros minutos, o Flamengo-PI foi quem assustou mais. Em suas subidas ao ataque, o time rubro-negro conseguiu passar perto do gol em algumas finalizações. Logo aos 2 minutos, Raiff recebeu na esquerda e chutou cruzado, para boa defesa de Carlos Henrique. O goleiro, no entanto, não estava em uma atuação muito segura.

Aos 8, Rian recebeu na lateral esquerda, puxou para o meio e chutou fraco, mas o goleiro picoense não segurou e espalmou para escanteio. Aos 24, viu Darlan receber na área e chutar com perigo pelo lado esquerdo do gol, enquanto só observava. Na outra ponta, Atson também mostrava certo nervosismo na sua estreia. Em uma cobrança de longa distância de Gordo, ele também não segurou e mandou para o escanteio.

A bola viria a balançar as redes só aos 35 minutos, e em favor do Picos. Jeferson fez fila pelo meio e foi derrubado próximo à meia-lua. Em jogada ensaiada, Gordo acertou um belo chute no ângulo, sem chances para o jovem goleiro flamenguista, abrindo o placar no Lindolfo Monteiro.

Antes do intervalo, ainda houve tempo para o treinador Picoense ser expulso de campo. Péricles Veloso foi advertido pelo árbitro por estar muito exaltado e, após reincidência, levou o cartão vermelho, e esperou no vestiário os seus comandados saírem para o intervalo com a vantagem de um gol no placar.

Moroni mexe e Péricles se desespera

O segundo tempo foi bem diferente do primeiro. O Flamengo-PI mexeu e colocou Idelvando e Diego Silva nos lugar de Darlan e Zuza, respectivamente, e consolidou o domínio que teve parcialmente no primeiro tempo e passou a controlar toda a partida. O Picos recuou e tentava apenas se defender das investidas rubro-negras. Nos 20 primeiro minutos, no entanto, as chegadas não corresponderam a lances de grande chance de gol.

Após isso, no entanto, o rubro-negro passou a ser mais perigoso. Raphael Freitas acertou voleio dentro da área, mas a zaga desviou para escanteio. Aos 25, o gol que há muito tempo estava sendo preparado. Em cobrança de escanteio, Fabinho cabeceia para grande defesa de Carlos Henrique. Na sequência, porém, o mesmo Fabinho cabeceou e, desta vez, balançou as redes, deixando tudo igual.

Fabinho também iria contribuir para a virada. O atacante foi lançado e avançava livre pela intermediária, até ser derrubado com um carrinho pelo lateral picoense Samuel, que acabou expulso. Na cobrança, Raphael Freitas quebrou o jejum e marcou o segundo do Flamengo-PI, conseguindo a vitória.

Na sequência do jogo, ainda houve espaço para mais uma expulsão. O próprio Raphael Freitas, autor do gol da vitória, foi punido com o cartão vermelho após uma entrada mais dura em uma dividida de bola. Mas nada que alterasse o resultado, que deixou o Flamengo-PI dependendo de uma vitória simples sobre o Piauí na última rodada para garantir o título por arrastão da Copa Piauí.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade