ad16
PolíciaTodas as Notícias

Sinpolpi: Com 92 assassinatos, dezembro foi o mês mais violento de 2014

[ad#336×280]O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado (Sinpolpi) divulgou neste domingo (4) o resultado do relatório sobre mortes violentas confeccionado pela entidade e afirma que o mês de dezembro foi o mais violento de 2014. Segundo os dados, 92 pessoas foram assassinadas no último mês do ano passado, 19 mortes a mais do que a registrada no mês de agosto, que até então estava liderando os números com 73 óbitos.

O presidente do Sinpolpi, Constantino Júnior, chamou de “um banho de sangue” o grau de violência. Ele explica que a pesquisa que é feita com base na divulgação dos crimes pelos meios de comunicação do Estado, tem como objetivo medir a violência no Estado para que se possa cobrar providencias por parte das autoridades.

Assassinato em Fronteiras
Assassinato em Fronteiras

O sindicalista se diz alarmado com o grande número de homicídios dolosos e afirma que irá solicitar uma audiência com o futuro secretário de Segurança, Fábio Abreu, para que sejam adotadas providências.

Números
Segundo o levantamento do Sinpolpi, dezembro teve 50 homicídios registrados na capital e 42 no interior, destes, nove foram em Parnaíba.

Cinquenta casos foram causados por arma de fogo, 27 por arma branca e sete foram mortes por espancamento.

Sobre o perfil das vítimas, segundo o sindicato, trinta e três assassinatos tiveram como vítimas, detentos, ex-detentos, assaltantes, traficantes, internos, ex-internos ou dependentes de drogas ilícitas. Em 14 casos não foi possível descobrir as ocupações das vítimas.

A motivação em 22 homicídios, seria o ajuste de contas; dez crimes estariam relacionadas ao envolvimento das vítimas com o tráfico, distribuição e uso de drogas, sete por motivos passionais, oito em decorrência do consumo de álcool e em 21 casos não foi possível descobrir o motivo.

Dos 50 assassinatos registrados em Teresina, 16 ocorreram na zona Sul, em seguida aparece a zona Norte com 14 crimes, a zona Sudeste registrou 11 delitos e a Leste, nove assassinatos.

Também foram contabilizados os assassinatos de seis mulheres, a maioria formada por donas de casa e cujos delitos foram praticados por companheiros ou ex-companheiros em crimes passionais.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade