ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
Geral

Sistema adutor de Bocaina/Piaus II é contemplado com 76,84 milhões do ‘PAC Prevenção’

Solenidade de lançamento do PAC Prevenção
Solenidade de lançamento do PAC Prevenção

O governador Wilson Martins participou, na manhã desta quarta-feira (8), em Brasília, da cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, chamado de PAC Prevenção, e da Inauguração das novas instalações do Cenad – Centro  Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres Naturais. A solenidade contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

O PAC Prevenção contempla ações preventivas e emergenciais dos ministérios da Integração Nacional, das Cidades, e de Ciência e Tecnologia. O Piauí será beneficiado com obras de ampliação de oferta de água no semiárido e de contenção de enchentes nas proximidades de Teresina.

Já o Cenad captará informações sobre possibilidades de desastres naturais com alto detalhamento, funcionando 24 horas por dia. Já estão sendo monitoradas 169 cidades.

Dilma Roussef destaca que Cenad permitirá dar respostas rápidas em caso de desastres naturais, salvando vidas e reduzindo perdas. “Não podemos controlar a natureza, mas podemos criar ferramentas para reduzir perdas. Isso requer planejamento para aproveitar os recursos”, disse.

Recursos 

O Piauí foi contemplado com R$ 304 milhões (recursos já liberados) dentro do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, o PAC Prevenção.

Os recursos destinados ao Piauí inicialmente serão aplicados dentro do eixo prevenção do Plano e distribuídos da seguinte forma: barragem e adutora dos Milagres (R$ 190 milhões), beneficiando Santa Cruz dos Milagres, São João da Serra, São Miguel da Baixa Grande, Prata do Piauí e São Felix do Piauí; sistema adutor de Bocaina/Piaus II (R$ 76,84 milhões), que passará por Bocaina, Sussuapara, Picos, Alagoinha do Piauí, Monsenhor Hipólito, Francisco Santos e Santo Antônio de Lisboa; adutora Padre Lira (R$ 19,10 milhões), beneficiando Dom Inocêncio, povoado Moreira e comunidades circunvizinhas; e variante do primeiro trecho da adutora do Garrincho (R$ 18 milhões), favorecendo São Raimundo Nonato, Coronel José Dias, São Lourenço, Dirceu Arcoverde, Várzea Branca, Anísio de Abreu, Jurema e São Braz.

“Todas essas obras já têm projeto pronto e podem ser executadas em até um ano e meio, como sugerido pelo Governo Federal. Elas vão ampliar a oferta de água no semiárido, beneficiando mais de vinte municípios”, disse Wilson Martins, ressaltando que novos recursos serão aplicados no Piauí através do PAC Prevenção. “Esses 304 milhões são os recursos de liberação imediata”, acrescentou.

Em todo o país serão investidos R$ 18,8 bilhões em prevenção, monitoramento e mapeamento de áreas de risco, além de atendimento emergencial. Do total, R$ 15,6 bilhões são para ações preventivas, sendo R$ 5,6 bilhões com liberação imediata para estados que passaram recentemente por estiagem (caso do Piauí) ou enchente.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade