ad16
DestaquesPolícia

STF indeferiu mandado de segurança de PM acusado de matar Camilla

Na manhã desta sexta-feira (10/11), o programa Bom Dia Meio Norte recebeu em seus estúdios o Coronel John, relações públicas da Polícia Militar, para comentar sobre a notícia de que o Supremo Tribunal Federal negou o mandado de segurança do capitão da Polícia Militar Allisson Watson, acusado de matar a estudante de direito Camilla Abreu. Ou seja, se a Polícia Militar tivesse sido acionada da decisão o capitão estaria sem farda e sem arma há nove meses.

Foto: Facebook/Camila Abreu
Foto: Facebook/Camila Abreu

“Desde que aconteceu esse episódio que foi constatado que ele foi declarado a aspirante através de decisão judicial que a Polícia Militar buscava e buscou saber o estágio que estava o processo. É bom deixar claro que a polícia não foi notificada, nem a Procuradoria do Estado até o momento confirmou essa notificação da decisão. O que existe é uma decisão recente de setembro, em que o juiz da cidade de Valença determina o arquivamento do processo por desistência da ação”, declarou o policial.

Segundo ele, caso a polícia seja notificada da decisão, todas as providências cabíveis serão tomadas. “A polícia já encaminhou essa situação ao procurador dentro das providências que estamos tomando. Uma vez notificada, ela dará cumprimento a decisão judicial. A gente aguarda essa notificação para ver o teor da decisão e a polícia vai trabalhar integralmente nisso”, disse o coronel.

O policial declarou ainda que o capitão não está recebendo qualquer tipo de regalia. “O nosso presídio não presta aos policiais qualquer tipo de privilégio, não tem televisão, acesso ao celular e outras coisas”, finalizou.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade