ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Suspeito de estuprar criança é preso em Belém do Piauí; ‘são oito vítimas’, diz PM

Segundo tenente da PM, ele distribuía bombons e chocolates para aliciar as crianças.

A Polícia Militar do Grupamento de Belém do Piauí capturou na tarde desta terça-feira (8) um homem identificado por Antônio João da Silva, de 55 anos, suspeito de estuprar uma criança de apenas 4 anos de idade, caso ocorrido na semana passada, na Vila Serrânia II, vizinha à cidade de Marcolândia, na divisa do Piauí com o Pernambuco.

Militares de Marcolândia obtiveram a informação de que o suspeito teria fugido para Belém do Piauí, e entrou em contato com o sargento Coelho, comandante da PM em Belém, que colheu informações e conseguiu chegar até o suspeito. Antônio João estava na cidade há três dias, em uma residência alugada. Ele dormia no momento da abordagem e não reagiu à captura.

À polícia, o homem suspeito informou que havia deixado a Vila Serrânia depois de ter sido roubado, mas a informação obtida pela polícia é que populares quebraram o pequeno comércio que o mesmo tinha, em retaliação ao crime sexual.

Por telefone, o tenente De Assis, que é comandante da PM em Marcolândia, disse ter conhecimento sobre o caso. Ao todo, seriam oito vítimas. “Essa menina de quatro foi confirmado o estupro. Foi feito exame de conjunção carnal e tem várias testemunhas”, disse o oficial, afirmando que o mesmo foi reconhecido através de foto. Segundo o tenente, ele distribuía bombons e chocolates para aliciar as crianças.

O suspeito será recambiado para a cidade de Araripina e o caso será apurado pela delegacia Tatiana Muniz, titular da Regional de Araripina. “Como não há mais flagrante, ela vai pedir a prisão preventiva dele”, pontuou De Assis. Antônio João da Silva seria natural de Alegrete do Piauí e já teria sido preso em São Paulo também pela prática de crime sexual.

Com informações do CidadesnaNet

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade