ad16
AutoPECASonline24.pt
Geral

565 mil beneficiários do INSS no Piauí precisam revalidar cadastros

[ad#336×280]O gerente executivo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Piauí, Carlos Augusto Viana, falou da importância do recadastramento anual de pensionistas e aposentados. Segundo o gerente, os 565 mil beneficiários do Piauí precisam comparecer a agência que recebem o benefício para atestar que estão vivos. De acordo com Carlos Augusto Viana, a medida é fundamental para revalidar a senha do beneficiário que só vale pelo prazo de um ano.

“Desde 2010, o nome dado a medida não é nem ‘recadastramento’ é atestado de vida. A senha deles só vale um ano e após esse prazo ela é suspensa. Quando ele comparece a rede bancária, recebe a nova senha e o benefício é revalidado”, disse.

O gerente do INSS informou que os segurados devem comparecer a rede bancária com sua documentação em qualquer dia do mês em que a validade de sua senha for acabar. “O próprio banco bloqueia a senha quando ela completa um ano. E o beneficiário precisa se dirigir a agência que recebe seu dinheiro para revalidá-la. Isso ele deve fazer em qualquer dia do mês em que a sua senha está prevista para vencer. Para realizar essa revalidação, o segurado deve levar a sua carteira de identidade, CPF e seus outros documentos pessoais”, relatou.

Agência INSS de Picos-Foto: Romário Mendes
Agência INSS de Picos-Foto: Romário Mendes

O gerente do INSS ressalta que mesmo os beneficiários que não tem condições físicas de se locomover, precisa prestar esse atestado de vida a rede bancária. “Se o beneficiário não tiver condições de se dirigir até a agência bancária, o procurador dele, instituído legalmente, deve procurar informar essa condição do beneficiário através de atestado médico. A própria instituição bancária deve enviar um funcionário para a casa ou hospital onde ele esteja para realizar a identificação”, informou.

Carlos Augusto Viana explica que a medida é adotada como uma forma de segurança para o INSS e para o próprio segurado. Ainda de acordo com ele, ainda existe muitas fraudes no sistema em todo o país.

“Infelizmente, continuam existindo muitas fraudes em todo o país e essa medida do INSS é forma de segurança para o beneficiário. Ela visa evitar que outras pessoas saquem os benefícios indevidamente. Assim, é uma segurança para a instituição bancária, para o INSS e para o próprio segurado”, declarou.

G1/PI

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade