ad16
DestaquesTodas as Notícias

Acusado de matar Cabo Daniel em Paquetá é condenado a 30 anos de reclusão

Wagner foi condenado pelos crimes de homicídio qualificado, furto e porte ilegal de arma de fogo.

Sob o comando da juíza titular da 5ª Vara da Comarca de Picos, Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho, foi realizado durante todo o dia dessa quinta-feira (10) o julgamento do réu Wagner Bezerra Lima. Ele foi condenado a 30 anos e 30 dias de reclusão em regime fechado pelo assassinato do cabo da Polícia Militar Daniel Marcos Ferreira da Silva.

O policial foi morto a tiros no dia 11 de maio de 2017, aos 48 anos, na sede do Grupamento da PM de Paquetá do Piauí.

Réu foi condenado a 30 anos de reclusão – Foto: Jaqueline Rajner/Cidades em Foco

Wagner foi condenado pelos crimes de homicídio qualificado, furto e porte ilegal de arma de fogo.

O Crime

O cabo Daniel foi morto a tiros na manhã do dia 11 de maio de 2017 dentro da sede do Grupamento da Polícia Militar da cidade de Paquetá. Segundo informações de populares, um homem desconhecido, que se tratava de Wagner Lima, estava circulando na cidade pedindo carona. Assustados, os moradores acionaram a polícia e o cabo Daniel o encaminhou até a sede do GPM. Na delegacia, o policial deixou Wagner em uma sala e quando retornou minutos depois foi surpreendido com vários tiros.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.