ad16
DestaquesPolícia

Advogado pedirá liberdade de suspeitos no assassinato de Emídio Reis

[ad#336×280]O advogado Elias de Sousa disse durante entrevista exclusiva neste sábado (16) ao repórter Marcos Teixeira da TV Clube  que entrará com recurso na justiça pedindo a liberdade  do vice-prefeito de São Julião, José Francimar Pereira (PP) e de mais quatros pessoas que estão presas suspeitas de planejar e participar da morte do ex-vereador do município, Emídio Reis.

De acordo com o advogado, a juíza de Picos não teria competência para decretar a prisão e por este motivo  ele entrará com pedido de habeas corpus junto ao Tribunal de  Justiça pedido a soltura dos suspeitos neste sábado.

“O ex-vereador morreu na localidade Lagero Preto, na Zona Rural do município de Pio IX, portanto faz parte da comarca daquela cidade. A pesar disso, quem decretou a prisão foi a juíza da 5ª Vara da Comarca de Picos, da cidade vizinha. Dessa forma de acordo com o Código Penal a juíza de Picos não teria competência para decretar a prisão dos supostos acusados”, revela.

Nessa sexta-feira (16) durante entrevista coletiva o delegado geral de Polícia Civil, James Guerra, confirmou  que a morte do ex-vereador de São Julião, Emídio Reis, foi planejada em novembro do ano passado. James disse ainda que há uma organização criminosa no município, localizado na região Sul do Piauí e que esta seria comandada pelo atual vive-prefeito, Francimar Pereira, preso sob a suspeita de ser o autor intelectual do crime.

James Guerra acrescentou que as investigações apontam para um crime com motivações políticas. Segundo ele, durante as eleições municipais realizadas em 2012, houve uma negociação do mandato, em que o prefeito cumpriria dois anos e renunciaria para que Francimar assumisse o cargo. Com informações do G1-PI

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade