ad16
DestaquesGeralMunicípiosPolíciaSimões

Bando que assaltou agência do BB de Simões continua foragido

Agência do Banco do Brasil de Simões - Foto: Romário Mendes
Agência do Banco do Brasil de Simões – Foto: Romário Mendes

O bando que assaltou a agência bancária do Banco do Brasil de Simões, na manhã desta quarta-feira (12), por volta das 10h30 da manhã, ainda continua foragido.

Policiais de Picos, Teresina, Fronteiras, Jaicós, Paulistana e Marcolândia se deslocaram para a região e estão auxiliando nas buscas para capturar o bando. O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), através dos delegados Menandro Pedro e Carlos César também se deslocaram até o município.

Rota onde o bando fugiu-Foto: Romário Mendes
Rota onde o bando fugiu-Foto: Romário Mendes

O  delegado responsável pela delegacia de Simões, Ferdinando Martins Araújo, disse que a polícia foi surpreendida com a ação rápida da quadrilha e acrescentou que em  imediato entrou em contato com os policiais das cidades vizinhas, como também a polícia de Pernambuco para capturar a quadrilha.

Vidros da porta da agência quebrados-Foto: Romário Mendes
Vidros da porta da agência quebrados-Foto: Romário Mendes

“Todos estão em diligências tentando fazer o cerco desses indivíduos que entraram na agência”, contou o delegado.

Delegacia de Simões-Foto: Romário Mendes
Delegacia de Simões-Foto: Romário Mendes

O delegado informou que a polícia sempre faz um trabalho preventivo em horários de movimentações na agência, fazendo barreiras nas entradas e saídas da cidade. Porém a estratégia não intimidou os ladrões que assaltaram o BB com facilidade.

Marca do tiro dentro da agência-Foto: Romário Mendes
Marca do tiro dentro da agência-Foto: Romário Mendes
Marca de tiro na parede da agência-Foto: Romário Mendes
Marca de tiro na parede da agência-Foto: Romário Mendes

Falta de Segurança

A agência já tinha sido assaltada duas vezes: a primeira em maio de 2010 e a segunda em abril de 2013.

Assustados e revoltados com a falta de segurança na cidade, os moradores temem ficar no interior da agência ou nas proximidades do prédio, em virtude das quantidades de assaltos que já aconteceram no local.

Pessoas em frente a agência-Foto: Romário Mendes
Pessoas em frente a agência-Foto: Romário Mendes

Um dos moradores de Simões e vítima do segundo assalto que aconteceu na agência, ocorrido em abril de 2013, Erivaldo Gomes, conhecido como Carioca, conta que passou por momentos de terror nas mãos dos bandidos.

“Eles me renderam, tomaram o meu veículo e me colocaram dentro do carro deles e depois me soltaram, dois quilômetros depois ”, narrou.

Segundo ele, a sua mulher trabalha ao lado da agência e também já passou por momentos tensos. Ela presenciou dois assaltos que aconteceram no banco.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade