ad16
GeralTodas as Notícias

Cáritas Regional do Piauí realiza encontro territorial em Picos

Encontro Estadual Comunicacional
Encontro Estadual Comunicacional

Com o tema Mulheres e homens no Semiárido construindo novas práticas, a Cáritas Regional do Piauí realiza encontro territorial durante os dias 18 e 19, no Centro de Treinamento Diocesano (CTD), em Picos. A finalidade do evento é discutir temáticas abordadas na execução do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2), bem como fazer uma avaliação das atividades que estão sendo desenvolvidas pelo programa.

O encontro reunirá cerca de 70 agricultores e agricultoras dos municípios de Santa Cruz do Piauí, Padre Marcos, Alegrete e Vila Nova do Piauí. Todos contemplados pelo P1+2, com as tecnologias de convivência com o Semiárido, entre elas as cisternas-calçadão e enxurrada, que armazena 52 mil litros de água. Durante o evento haverá oficinas com os seguintes temas: criação de pequenos animais como ovinos e caprinos, sementes da fartura e hortas orgânicas. As oficinas acontecerão a partir da prática de convivência com o semiárido, buscando debater o manejo de cada uma, preservando o meio ambiente, ou seja, o manejo de forma natural, onde as famílias possam trabalhar de forma orgânica, sem utilizar agrotóxicos, o que vai trazer certamente uma alimentação saudável e nutricional. “A nossa expectativa é de que haja uma troca de conhecimentos coletivos, tanto por parte das famílias agricultoras, como pelos facilitadores das oficinas, pois os mesmos estarão trazendo práticas alternativas de sistemas de produção. Esperamos que essas famílias assimilem esse conhecimento, para colocar em prática nas suas casas”, conclui Helder Vitorino, coordenador técnico do P1+2.

Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2)

O Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) é uma das ações do Programa de Formação e Mobilização Social para Convivência com o Semiárido da ASA. O objetivo do programa é fomentar a construção de processos participativos de desenvolvimento rural no Semiárido brasileiro e promover a soberania, a segurança alimentar e nutricional e a geração de emprego e renda às famílias agricultoras, através do acesso e manejo sustentáveis da terra e da água para produção de alimentos. O 1 significa terra para produção. O 2 corresponde a dois tipos de água – a potável, para consumo humano, e água para produção de alimentos. As

famílias atendidas pelo P1+2 são selecionadas a partir dos seguintes critérios: • Famílias com acesso à água para consumo humano, a exemplo das cisternas do P1MC • Mulheres chefes de família • Famílias com crianças de 0 a 6 anos de idade • Crianças e adolescentes frequentando a escola • Adultos com idade igual ou superior a 65 anos • Portadores de necessidades especiais

Por Jucilene Silva

Comunicadora Popular da ASA

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade