ad16
AutoPECASonline24.pt
Educação

Climatização nas escolas oferece mais conforto para professores e alunos

[ad#336×280]A climatização das escolas estaduais e polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) tem contribuído para a melhoria da qualidade de ensino no Piauí. Através do Programa de Climatização, os estudantes têm mais conforto e comodidade para estudar, principalmente no B-R-O Bró, período onde as temperaturas ficam mais elevadas em todo o estado.

Através do Programa de Climatização, é realizado um levantamento pelas Gerências Regionais de Ensino (GREs) constando quantas escolas precisam de climatização e subestações para diminuir os problemas elétricos por ventura existentes nas escolas. A elaboração do projeto de subestação através de uma empresa licitada, projeto este que deve ser aprovado junto à Eletrobras. Após essa fase, é realizada a execução do projeto com instalação da subestação e adequações das instalações internas das escolas. Todo o Piauí está sendo contemplado com a climatização das escolas e polos de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil.

Climatização das escolas( Foto: Ascom Seduc)
Climatização das escolas( Foto: Ascom Seduc)

Inicialmente foram priorizadas as 489 escolas de onde funcionam os programas educacionais, Mais Educação, Mais Saber, Brasil profissionalizado, dentre outros. Destas, 107 foram licitadas em abril de 2013, e estão em fase final de execução 27 polos da UAB e 19 escolas onde foram investidos, respectivamente, R$1.295.828,98 e R$1.477.287,14. Mais 116 escolas tiveram os projetos aprovados ainda em 2013, e serão executadas.

Em janeiro de 2014, mais 56 escolas foram licitadas e se encontram em fase de homologação de contrato, o valor a ser investido nestas é de R$3.567.473,43, até o fim do ano serão entregues 234 escolas climatizadas em todo o Piauí, além destas, mais 115 escolas estão sendo relacionadas para que todas as escolas estaduais de Teresina possuam climatização.

Além da capital, estão sendo climatizadas escolas e polos em todos os municípios do Piauí com o objetivo de fornecer uma melhor estrutura nas escolas. Para José Renato, gerente do Núcleo de Projetos de Engenharia e Arquitetura (Nupea), esse é um programa revolucionário. “Esse é um dos maiores programas do governo, pois agora o estudante tem melhores condições de trabalho e de ensino. O governador não tem medido esforços para melhorar a educação no estado”, comenta.

Fonte: Governo do Estado

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade