ad16
Geral

Com oratório, igreja cria espaço para acolher homoafetivos

Oratório com imagem dos santos São Sérgio e São Baco (Foto:Divulgação/ Luiz Coelho)
Oratório com imagem dos santos São Sérgio e São Baco (Foto:Divulgação/ Luiz Coelho)

Uma capela da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil em Campo Grande-MS criou um espaço para acolher homoafetivos. Um dos símbolos é um oratório com imagem dos santos São Sérgio e São Baco, considerados por muitos como ‘padroeiros dos gays’.

O líder religioso da igreja cristã em Campo Grande, reverendo Carlos Eduardo Calvani, contou ao G1 que o oratório é um pequeno quadro feito por um artista plástico do Rio de Janeiro e foi encomendado por uma pessoa dos Estados Unidos. Quando os norte-americanos souberam do trabalho de inclusão de homoafetivos realizado na capital sul-mato-grossense, segundo o reverendo, resolveram doar o oratório.

“A questão é que temos uma pastoral de apoio e acolhimento da pessoa homoafetiva. O oratório foi enviado como símbolo da abrangência do amor de Deus”, explicou Calvani. O oratório faz parte de uma das frentes de trabalho da Igreja Anglicana, a pastoral da diversidade sexual, e foi colocado dentro do templo localizado no bairro Tiradentes.

“Não é uma igreja de gays, é uma igreja de seres humanos. A gente aprende na igreja que não é preciso ter medo de conviver com pessoas homoafetivas”, afirmou ao G1 o líder religioso. Dentre as ações realizadas pela missão da Igreja Anglicana em Campo Grande em defesa dos homoafetivos, esteve a participação na Parada da Diversidade deste ano.

O oratório será abençoado neste domingo (9), às 19h, durante celebração na Capela da Inclusão. Ainda de acordo com Calvani, o propósito da consagração é apenas o de oferecer mais um espaço na sociedade para que as pessoas possam orar, meditar e viver a espiritualidade.

Do G1

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade