ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralTodas as Notícias

Definido calendário para viabilizar construção do Hospital de Picos e Centro Materno

Uma reunião hoje (9) entre o secretário de Saúde, Francisco Costa, o superintendente da Caixa Econômica, Emanuel Bonfim, o secretário de Administração, Franzé Silva, o deputado federal Assis Carvalho e técnicos da Caixa definiu o calendário de procedimentos técnicos que precisam ser realizados para viabilizar o acesso aos recursos federais para realizar as obras do Hospital de Picos e do Complexo Materno Infantil e Adolescente, de Teresina.

Reunião sobre o novo hospital de Picos-Foto: Ascom
Reunião sobre o novo hospital de Picos-Foto: Ascom

Os dois projetos foram feitos na gestão do deputado federal Assis Carvalho na Secretaria de Saúde e têm recursos garantidos. Porém, as gestões seguintes não encaminharam os projetos nos prazos, e até agora o Estado corre risco de perder os recursos.

Prefeito Kleber Eulálio também participou da reunião-Foto: Ascom
Prefeito Kleber Eulálio também participou da reunião-Foto: Ascom

Depois da reunião na Caixa, o deputado Assis e os secretários Francisco Costa e Franzé Silva conversaram com o governador Wellington Dias sobre os encaminhamentos sugeridos. E Wellington orientou a decisão das secretarias. O deputado Assis também conversou com o prefeito de Picos, Kleber Eulálio, sobre sua luta para retomar o projeto de construção do Hospital que deve atender a meio milhão de pessoas de 60 municípios da região de Picos.

Governador Wellington Dias-Foto: Ascom
Governador Wellington Dias-Foto: Ascom

Hospitais

Técnicos do governo buscam saídas para sanar as pendência e assegurar que o Hospital de Picos e o Centro Materno sejam construídos. Pelo calendário inicial, até 30 de março, devem ser realizados os ajustes técnicos dos projetos e encaminhados para análise do Ministério.

O projeto do Hospital de Picos, feito na gestão do deputado federal Assis Carvalho como secretário de Saúde, foi modificado na gestão seguinte e precisa ser ajustado a regras do Ministério e ao recurso disponível – são R$ 34,6 milhões, de emenda do deputado Assis Carvalho.

Já o Complexo Materno Infantil e Adolescente tem um convênio com o Ministério da Saúde de valor próximo de R$ 50 milhões, viabilizado na gestão do deputado Assis na Secretaria. O projeto do Complexo requer alterações para construção inicial de uma torre, onde funcionará o Centro Materno, e as decisões finais sobre a localização do hospital.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade