ad16
DestaquesGeral

Disputa entre candidatos à presidência do PT em Picos é acirrada

 

Zé Antônio-Foto: Romário Mendes
Zé Antônio-Foto: Romário Mendes

A eleição para escolha do novo presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT) em Picos está disputada. A mais de cinco meses da eleição, cinco candidatos já estão na disputa pela direção do cargo.

O duelo é uma briga por nomes fortes, alguns mais antigos na história do partido no município modelo, como o do ex-vereador “Dudé” e outros com expressões novas, como o advogado José Neto Monteiro. Além deles, disputam o cargo o engenheiro agrônomo José Antonio, o vereador Wellington Dantas e o presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa, Zacarias Teixeira.

A disputa pelo cargo não é por acaso. O partido atualmente é o líder do Governo Federal e tem em seu elenco nomes como o da presidenta Dilma Roussef, do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e do senador e ex-governador do Estado do Piauí Wellington Dias.

Em Picos, o partido vive um bom momento e conta com o trabalho do vereador Wellington Dantas, com a titular da pasta de Planejamento, Orçamento e Avaliação, a professora Maria Oneide Fialho Rocha e com o Padre José Walmir de Lima, vice-prefeito e secretário municipal de Educação.

 “Hoje ser presidente deste partido é nos desafiar a nossa militância a fazer com que ela se sinta petista de fato e de direito”, declara José Antonio, um dos candidatos à presidência do diretório.

 “Eu me apresento como candidato por achar que estou preparado para discutir internamente e também externamente com os aliados, estando apto a levar todas as discussões de forma não unilateral”, pontua José Antônio.

O candidato ainda fala sobre a necessidade de que o partido se reaproxime da classe operária, reestabelecendo os laços com os trabalhadores. “Minha primeira proposta é valorizar o filiado, dizer que ele é parte de um coletivo. A segunda é agilizar a construção de uma sede própria. Pretendo também promover no dia 1º de Maio um evento para valorizar aquele segmento que fez com que o presidente Lula fundasse o partido anos atrás: os trabalhadores”, disse.

A eleição para a presidência do PT ocorrerá apenas no mês de novembro.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade