ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
CidadeGeral

Garis picoenses falam sobre a profissão no Dia do Gari

[ad#336×280]Quem vê as ruas de Picos limpa não imagina o trabalho que tem os mais de 150 profissionais que atuam na limpeza da cidade. Os rostos anônimos e quase invisíveis vestidos nas tradicionais fardas amarelas têm no calendário um dia dedicado a eles.

Hoje, dia 16 de maio, se comemora no Brasil o Dia do Gari. Apesar da data, muitos destes profissionais não sentem da sociedade o reconhecimento pelo seu trabalho.

“As vezes o cara encontra algumas pessoas mais ignorantes do que outros. Tem gente que não respeita, solta uma piadinha aqui e outra acolá. Mas é assim mesmo, eu trabalho e gosto do que faço”, conta o gari Cimar Gonçalves.

Para Adão Pereira, também gari na cidade de Picos, um dos principais desafios da profissão é a intensidade do trabalho. “Às vezes o serviço é pesado, mas é gratificante”.

Garis limpam Avenida Getúlio Vargas - Foto: Maria Moura
Garis limpam Avenida Getúlio Vargas – Foto: Maria Moura

Francisco de Assis diz que muitas vezes os garis são tratados como “moleques”: “as pessoas não respeitam. Alguns reconhecem nosso trabalho, outros não”, diz ele.

Os profissionais também reclamam da forma como a população trata seu lixo. Os cuidados como isolar o material que não é mais necessário em uma saco plástico, por exemplo, muitas vezes não são seguidos.

"Funcionários da limpeza sofrem preconceito", diz gari - Foto: Maria Moura
“Funcionários da limpeza sofrem preconceito”, diz gari – Foto: Maria Moura

Limpeza Pública

“Os garis são fundamentais na administração pública, inclusive para o desenvolvimento da cidade. Sem eles não teríamos como fazer a limpeza pública”, destaca Fernando Vasconcelos, coordenador de Limpeza Pública do município. Para ele, o preparo físico dos garis “é maior que o de um jogador de futebol, por passar o dia inteiro correndo”.

"Serviço é pesado", diz gari - Foto: Maria Moura
“Serviço é pesado”, diz gari – Foto: Maria Moura

O coordenador antecipou um estudo que está sendo realizado na cidade e analisa a viabilidade de que a coleta de lixo seja realizada à noite. O objetivo da mudança é evitar a presença de animais que possam danificar os sacos de lixo deixados na rua.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade