ad16
DestaquesGeminianoMunicípiosTodas as Notícias

Geminiano: Justiça cancela Sessão com pauta irregular da Câmara Municipal

De acordo com a decisão judicial, a reanalise das contas dos ex-prefeitos violam decisões do plenário da Casa Legislativa e as normas inseridas no Regimento Interno, uma vez que, as contas já haviam sido reprovadas no ano de 2018 pelo mesmo poder legislativo.

A justiça cancelou, através de um MANDADO DE SEGURANÇA, a sessão da Câmara Municipal de Geminiano, marcada para esta quarta-feira (27), que votaria a reanálise das contas dos ex-gestores, Antônio Borges Neto (Tony Borges) e Jânio Jader de Sousa Borges (Jader Borges).

De acordo com a decisão judicial, a reanalise das contas dos ex-prefeitos violam decisões do plenário da Casa Legislativa e as normas inseridas no Regimento Interno, uma vez que, as contas já haviam sido reprovadas no ano de 2018 pelo mesmo poder legislativo. “Por tanto decidiu pelo “cancelamento da sessão legislativa, por entenderem ser incabível à espécie, por já terem sido apreciadas as contas dos ex-gestores.”

A decisão ainda proíbe a remarcação da sessão de votação do processo antes da emissão de parecer conclusivo. Sob pena de multa pessoal de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em desfavor da autoridade coatora.

O mandado de segurança foi impetrado pelos vereadores Luiz Gonzaga Filho Pinheiro, Francisco Milton Vieira de Araújo e Francisco Antão Florentino, integrantes do grupo de oposição liderado pelo empresário Jaillson Campos, que ficou em segundo lugar nas eleições 2020.

Na câmara, o grupo de Jaillson Campos se posiciona como o único núcleo de oposição do município, já que o ex-prefeito Tony Borges (terceiro colocado nas eleições), hoje faz parte do núcleo de apoio a gestão do prefeito Erculano Carvalho.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade