ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
GeralMunicípios

“Grito do Semiárido” reúne centenas de agricultores no Sul do Piauí

Grito do semiárido de trabalhadores de São Raimundo Nonato-Foto: Maria Moura

Por Maria Moura

Um grito ecoou forte pelas ruas de São Raimundo Nonato na manhã desta sexta-feira (3). As vozes de centenas de trabalhadores rurais se uniram em um único tom para chamar a atenção da sociedade civil e ao mesmo tempo cobrar ações efetivas do poder público para o problema da estiagem que assola milhares de famílias da região.

O ato denominado “Marcha do Grito do Semiárido”, organizado pelas entidades da sociedade civil, movimentos populares e organizações que formam o Fórum Territorial da Sociedade Civil Sobre Estiagem, reuniu aproximadamente mil trabalhadores rurais nas ruas do município de São Raimundo Nonato, a 530 km de Teresina. Homens e mulheres, jovens e adultos de mais de 22 cidades das regiões Sul e Sudeste do Piauí – todos com a “sede de políticas públicas” estampada no semblante, nos cartazes e nas falas.

– A manifestação deixa clara a preocupação do trabalhador enquanto as políticas públicas tão propaladas pelo governo não chegam ao produtor. É preciso que o trabalhador venha manifestar, venha gritar para que essas ações cheguem logo – lembra o produtor rural Aldo Assis, de 51 anos.

Como Aldo – que vive a aproximadamente 35 km de São Raimundo Nonato – centenas de agricultores se mobilizaram em caravanas e trouxeram para as ruas as dificuldades crescentes vivenciadas devido à seca dos últimos meses.

No final da marcha foi realizada uma audiência pública para e foi colocado em pauta a linha de crédito dos agricultores-Foto: Maria Moura

Uma audiência pública com representantes de órgãos públicos, entre eles Conab, MDA e Defesa Civil, foi realizada ao final da marcha e colocou em pauta a liberação de linhas de crédito para os agricultores, o acesso à água de qualidade para consumo e para produção, e a concretização de ações estruturantes para a convivência pacífica com os períodos de estiagem característicos do semiárido brasileiro.

Várias pessoas foram as ruas manisfestar-Foto:Maria Moura

– Com essa caminhada, as pessoas terão uma ideia da situação pela qual estamos passando. Uma mínima noção do que estamos vivendo – pontua o jovem Leandro Marques, filho de agricultores e estudante de 16 anos que cobra melhorias nas condições de vida do homem do campo.

Um documento conclusivo a respeito das questões discutidas durante audiência será preparado pelo Fórum Territorial da Sociedade Civil Sobre Estiagem.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade