ad16
Todas as NotíciasValença do Piauí

Juiz de Valença é alvo de fake news por suposta “milícia digital”; polícia investiga

A Polícia Civil de Valença do Piauí, distante 86 Km de Picos, foi acionada para investigar a criação e disseminação de fake news [notícias falsas] contra o juiz da comarca da cidade, Juscelino Norberto da Silva Neto. 

O Boletim de Ocorrência foi  registrado na última quinta-feira (16) e o delegado Maycon Braga confirmou ao Cidadeverde.com que as investigações estão em fase inicial, mas adianta que será possível identificar quem produziu  notícias falsas contra o juiz. “Querem atacar a honra do juiz”, resumiu o delegado.

O juiz Juscelino Norberto prefere não se pronunciar sobre os ataques para não atrapalhar o trabalho da polícia. O presidente da  Associação dos Magistrados Piauienses (AMAPI), juiz Leonardo Brasileiro, defende que os ataques são planejados por “milícias digitais” e feitos especialmente através do aplicativo Whatsapp para vincular a imagem do juiz Juscelino a determinado partido político, com  o objetivo de colocar em dúvida a sua reputação.

uscelino Norberto da Silva Neto. 

A Amapi reafirma que o juiz Juscelino Noberto não é filiado a nenhum partido político. Além da Polícia Civil, a entidade promete acionar a Polícia Federal, já que o magistrado Juscelino Norberto da  também atua como juiz eleitoral.

A Associação ressalta que os ataques são feitos por “milícias digitais” e lembra que a criação de fake News é crime.

“Assim, todos os órgãos competentes já estão diligenciando no sentido de apuração imediata e devida dos fatos criminosos, para o esclarecimento dos ataques e para a punição dos responsáveis por essas verdadeiras milícias digitais, que atingem não apenas o magistrado, mas todo o Poder Judiciário do Estado do Piauí. A Amapi frisa, por oportuno, que criar, disseminar e compartilhar fake news é crime! Por fim, ressalta que os magistrados do Piauí não se curvarão às ameaças de quem apenas pretende macular e manchar a imagem da Justiça, simplesmente por se sentirem contrariados com uma eventual decisão judicial”, destaca a nota assinada pelo juiz Leonardo Brasileiro.

Veja nota na íntegra

Em virtude da disseminação de mentiras (fake news) contra o Juiz Juscelino Norberto da Silva Neto, da Comarca de Valença do Piauí, especialmente no aplicativo de mensagens WhatsApp, a Associação dos Magistrados Piauienses, para o bem da verdade e fiel esclarecimento da sociedade, vem a público esclarecer:O Juiz Juscelino Norberto da Silva Neto conta com total e irrestrito apoio da AMAPI, que manifesta seu mais veemente repúdio ao comportamento de pessoas que insistem em divulgar e repassar mens agens falsas, aproveitando-se do acirramento político para atingir a honra do Magistrado e confundir ainda mais a população. A AMAPI já acionou a Polícia Civil, a Polícia Militar e o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, bem como acionará a Polícia Federal, visto que o Magistrado Juscelino Norberto da Silva Neto também atua como juiz eleitoral. Assim, todos os órgãos competentes já estão diligenciando no sentido de apuração imediata e devida dos fatos criminosos, para o esclarecimento dos ataques e para a punição dos responsáveis por essas verdadeiras milícias digitais, que atingem não apenas o Magistrado, mas todo o Poder Judiciário do Estado do Piauí. São ataques planejados que vinculam a imagem do Juiz Juscelino a determinado partido político e visam colocar em dúvida a sua reputação, o qual não é vinculado, muito menos filiado, a qualquer agremiação partidária, atos vedados ao exercício do cargo de Magistrado, conforme Lei Orgânica da Magistratura Nacional. A AMAPI reforça que tal fato calunioso servirá de base para o requerimento de medidas judiciais para salvaguarda da honra do associado. A AMAPI frisa, por oportuno, que criar, disseminar e compartilhar Fake News é crime! Por fim, ressalta que os Magistrados do Piauí não se curvarão às ameaças de quem apenas pretende macular e manchar a imagem da Justiça, simplesmente por se sentirem contrariados com uma eventual decisão judicial. 

 Leonardo Brasileiro-Presidente da AMAPI

Do Cidade Verde

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade