ad16
Educação

MEC divulga manual para esclarecer avaliação da redação do Enem

ENEM – Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira um manual para estudantes que vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com informações sobre o que os avaliadores esperam de uma boa redação. Com a medida, os organizadores da prova querem esclarecer os critérios de avaliação da prova. O documento pode ser conferido no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Inep).

“Neste guia está definido o que se espera de cada uma das competências da redação. Está bem definido o conceito e com exemplos para que o estudante saiba o que os avaliadores esperam da redação”, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Por ser corrigida por critérios subjetivos, a redação no Enem é alvo de muitas contestações. O texto do aluno passa pelo crivo de dois corretores. A partir de agora, se a diferença das notas for superior a 200 pontos, a redação seguirá para correção de um terceiro avaliador. Se o terceiro corretor não puder resolver o impasse, a prova segue para uma banca examinadora. Antes, a margem para discordância era de 300 pontos. Segundo Mercadante, o número de avaliadores será ampliado em 40%.

O ministro garante que o processo de correção é feito com lisura e objetividade. “A escolha dos corretores foi feita em parceria com as instituições públicas. A indicação dos corretores foi feita por elas. Não foi uma escolha do Inep”, disse. Sobre a avaliação da prova, Mercadante explica que “cada competência é avaliada isoladamente e, depois, o conjunto da redação.”

Pela primeira vez, os alunos terão acesso às redações corrigidas para fins pedagógicos, isto é, não poderão ser usadas como base para recurso junto à organização da prova. Para contestar o teor da correção, o candidato deverá entrar com ação na Justiça.

O Enem é uma prova aplicada a alunos que desejam ingressar no ensino superior. Podem fazer o exame estudantes que estão terminando o terceiro ano do Ensino Médio ou que já concluiu a educação básica. O resultado do Enem é usado, por exemplo, na candidatura a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) que oferece até 100% de gratuidade em instituições privadas de ensino.

O Guia

Com 48 páginas, o guia de redação do Enem apresenta o detalhamento da matriz de correção da prova, análise de proposta de redação da prova do ano passado e análise de redações que tiraram nota máxima, isto é, mil pontos na edição de 2011.

A tiragem inicial do guia é de 1,7 milhão de cópias para ser distribuído em escolas públicas de todo o Brasil na segunda quinzena de setembro, além da uma versão digital na página no Inep.

Fonte: Terra

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade