ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Número de casos de Covid em Picos ainda gera divergências entre SESAPI e Saúde Municipal

A Secretaria Municipal de Saúde de Picos, divulgou na noite desta quinta-feira (27), mais um boletim epidemiológico das ocorrências relacionadas ao novo coronavírus no município. Nas últimas 24 horas foram registradas mais 29 casos.

Mas uma divergência ainda permeia a divulgação dos números de infectados pela Covid-19 em Picos. De acordo com a Coordenação de Vigilância Epidemiológica da secretaria de Saúde do município de Picos, o número total de casos é de 2650, mas as informações da SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde) apontam 2732. Uma diferença de 82 casos a mais divulgados pelo órgão estadual.

Fonte: SMS

Em contato com Robsoncley Viana, Coordenador local da Vigilância Epidemiológica de Picos, ele nos declarou que a Secretaria municipal de Saúde de Picos utiliza o e-SUS Notifica, sistema do Ministério da Saúde como fonte de notificação, que foi elaborado para notificações de casos de covid-19 em todo país. Ainda segundo o Coordenador, é usado também o SIVEP-Gripe para registro de óbitos e pacientes internados graves. “Esses são os dois sistema que utilizamos”, diz Robson.

“O fato é que a SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde) criou um formulário online para comprovar o uso dos testes distribuídos por eles aos municípios, onde cada kit utilizado deveria o município informar com o CPF da pessoa com quem foi utilizado o teste. Só que esse formulário ele não informa se a pessoa já fez algum exame antes. Só era para ser usado como comprovante de uso do kit e assim funcionar como comprovante ao Tribunal de Contas o uso do teste. Como não é um formulário oficial, eu não tenho controle de quem digita essas informações.”, pontua o Coordenador.

Painel da SESAPI

Ainda de acordo com declarações de Robson, as pessoas que informaram nesse formulário digitavam de qualquer forma, sem atentar se a escrita estava correta ou não e muitas vezes abreviava os nomes do meio. A SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde) coletou os dados desse formulário e colocou na mesma planilha do e-sus notifica. Aqueles que tinham uma letra errada ou abreviada o nome, foi considerado como uma pessoa diferente.

Por ser um formulário não oficial, cobranças já foram feitas para que a SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde) fizesse a correção da duplicidade de nomes, onde ficaram de rever cada caso e aos poucos retirar os nomes duplicados da lista.

Situação Tensa

Essa situação tem criado constrangimentos entre as partes. De um lado a Saúde Municipal utiliza os sistema do Ministérios da Saúde para notificar os casos, de outro lado a SESAPI utiliza um formulário não oficial para fazer a mesma contagem, correndo o risco da diferença dos números divulgados aumentarem a cada dia.

Nota da SESAPI

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informa que desde o início da semana está havendo uma duplicidade de casos no sistema do e-SUS Notifica do município de Picos, devido a erros de digitação e falta de dados complementares para identificação, mas a mesma vem realizando a correção desses dados junto ao responsável do município.

A Sesapi ressalta ainda que sempre trabalhou com sistemas oficiais de coleta de dados, e que vem orientando todos os municípios, através de notas técnicas enviadas aos mesmos, e também disponíveis na nossa página da web (http://portal.saude.pi.gov.br), onde informa os canais a serem utilizados para notificações de testes positivos e negativos de coronavírus.

Matéria Relacionada

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui