ad16
DestaquesGeralPolíciaTodas as Notícias

Onda de arrombamentos volta a reinar em Picos

[ad#336×280]Neste final de ano a violência tem aumentado significativamente na cidade de Picos, especialmente no Centro Comercial devido a grande circulação de pessoas e o aumento no fluxo de dinheiro. Furtos, arrombamentos e assaltos estão entre as modalidades criminosas mais frequentes.

A situação se mostra preocupante. No último domingo, 28, pessoas que transitavam pelo Estádio Helvídio Nunes de Barros, eram abordadas por dois criminosos que estavam armados com um revólver e transitavam em uma motocicleta C 100 Biz, de cor prata. As vítimas tiveram os objetos pessoais furtados, como aparelhos celulares e quantias em dinheiro. Criminosos teriam agido com bastante violência.

Residência que foi arrombada pelo furtador-Foto: Arquivo/ Romário Mendes
Residência que foi arrombada pelo furtador-Foto: Arquivo/ Romário Mendes

A nossa equipe de reportagem procurou o capitão Santos do 4º BPM de Picos que explicou que a exemplo dos anos anteriores o planejamento que vem sendo montado para coibir a ação dos criminosos tem sido a “Operação Natal com Segurança” que ocorre durante o mês de dezembro.”O planejamento que fizemos é com a Operação Natal com Segurança que teve início desde o dia 1º de dezembro até o dia 1º de janeiro. O que ocorre é que muitas vezes este indivíduos agem de várias formas dificultando o trabalho da Polícia. Somos uma polícia ostensiva e não temos o caráter investigativo e isto pode facilitar ainda mais”, afirmou o capitão.

Capitão Santos
Capitão Santos – Foto: RiachaoNet

O capitão Santos ainda ressaltou que os criminosos tem agido durante à noite, e em horários que as viaturas policiais não estão realizando rondas de rotina. Ele ainda acrescentou que a população também poderia dar sua contribuição colocando dispositivos de segurança, e tomando maiores cuidados que inibam a ação dos assaltantes.

Negligência nos dados

A população picoense tem reclamado que os dados sobre a violência no município não condizem com a realidade, pois todos os dias uma pessoa sofre algum tipo de crime que em alguns casos não estão presentes nos registros policiais. Questionado sobre este assunto, o capitão Santos enfatizou que isto ocorre por diversas motivações, onde a vítima por vezes decide não prestar o boletim de ocorrência, e em outros se dirige à Delegacia de Polícia Civil ao invés de acionar a PM.

Nova modalidade de furto

A irreverência dos bandidos não para.  Uma nova “modalidade” criminosa que tem ocorrido nas últimas semanas  são os furtos à igrejas, onde nem as roupas dos sacerdotes escapam. Em menos de um semana, duas igrejas, uma no bairro Pedrinhas e outra no bairro São José foram alvos da ação. O curioso é que os pertences levados também são semelhantes, caixas amplificadas, microfones, além de outros objetos. A situação tem assustado toda a comunidade religiosa.

Igreja no bairro São José foi arrombada pela segunda vez em menos de uma semana-Foto: Romário Mendes
Igreja no bairro São José foi arrombada pela segunda vez em menos de uma semana-Foto: Romário Mendes

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade