ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Piauí recebe 24 mil doses da AstraZeneca e inicia nova distribuição

A distribuição das novas doses começaram ainda neste domingo e serão finalizadas na manhã desta segunda.

Neste domingo, 24, o Piauí recebeu 24 mil doses da vacina da Universidade de Oxford/Astrazeneca. As vacinas têm origem da Índia, chegaram ao Brasil na noite de sexta-feira , 22, e desembarcaram em solo piauiense por volta das 15h30, no aeroporto Petrônio Portella, em Teresina. 

No dia 18, o estado recebeu doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan que possui acordo com a empresa chinesa Sinovac. A vacina Oxford/Astrazeneca é o segundo lote de imunizantes que chega ao Estado e assim o Piauí deve chegar a 62% do total do público alvo na primeira etapa de vacinação. 

Foto: Reprodução.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, a distribuição das novas doses começou ainda no domingo.  “A partir de agora nossas viaturas, nosso veículos da Secretaria Estadual de Saúde passam a levar as doses de vacina para as regiões dos Cocais, Carnaubais e para a Entre Rios. Na manhã desta segunda-feira, 25, a partir das 6h, começam os roteiros para Parnaíba, Floriano, Picos, Bom Jesus e São Raimundo Nonato. Para que assim até por volta das 10h a vacina esteja em todas as regiões do Piauí”, disse.

Existe ainda a previsão de que o Ministério da Saúde distribua 900 mil doses do Instituto Butantan a partir desta segunda, 25. Mas ainda falta confirmação do Ministério da Saúde. Florentino Neto destaca a necessidade de imunizar os profissionais de saúde.

“Essa vacina, conforme orientação do Ministério, é para o primeiro público alvo. Continuaremos vacinando o primeiro público alvo. Neste caso, ampliaremos a cobertura da vacina aos profissionais de saúde. Temos que trabalhar fortemente na imunização dos profissionais de saúde porque estão na linha de frente e eles imunizados favorecem que possamos tratar de mais pessoas. Vamos continuar com as orientações do ministério”, destaca.

Foto: Reprodução.

O governador Wellington Dias esclarece ainda que tem dialogado com os governadores e com o presidente para que mais vacinas sejam disponibilizadas.

 “Em carta dos Governadores do Brasil, sugerimos Estratégia Diplomática Especial pelo presidente da República e  para abrir diálogo do Governo Central do Brasil com a Índia e já temos os primeiros resultados, mas devemos negociar compra de mais vacinas e IFA; e também com a China para cronograma de entrega do IFA, e ainda com a Rússia para viabilizar vacina Sputnik”, disse.

Fonte: Cidade Verde.

Edição: RiachãoNet.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade