ad16
DestaquesTodas as Notícias

Piauí tem 90% de leitos de terapia intensiva de Covid-19 ocupados, revela Sesapi

Os dados são do boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) dessa sexta-feira (28) e detalham que dos 145 leitos de UTI disponíveis, 130 tem ocupação.

No Piauí, 90% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 estão ocupados. Os dados são do boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) dessa sexta-feira (28) e detalham que dos 145 leitos de UTI disponíveis, 130 tem ocupação.

O número representa um aumento em relação à última semana, onde a ocupação variou entre 85 a 111 leitos, segundo a Sesapi.

Foto: Claudio Furlan/Estadão Conteúdo

Ainda de acordo com o boletim, sobre os leitos clínicos, 67% estão ocupados ou 286 leitos e há 22% de ocupação dos leitos de estabilização ou 13 leitos.

Devido ao aumento de ocupação, a Sesapi informou na última terça-feira (25), que está ampliando o número de leitos de UTI Covid e atendimento a síndromes gripais no Piauí. Ao todo, são 87 leitos a mais. 

Em Teresina, estão sendo ampliados mais de 50 leitos no Hospital Getúlio Vargas; seis no Hospital Infantil Lucídio Portela e seis leitos no Hospital Natan Portela, totalizando 62 leitos.

No interior do estado, foram ampliados 25 leitos nos hospitais das cidades de Floriano, Piripiri e Parnaíba, sendo 10 leitos no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, 10 leitos e mais cinco leitos no Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri.

Ainda na capital, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) também anunciou a abertura de mais leitos. Desde quarta-feira (26), Teresina passou a contar com 101 leitos para internações exclusivas de Covid-19 localizados no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Hospital Miguel Couto, no Monte Castelo e no Hospital Mariano Castelo Branco, na Santa Maria da Codipi.

O Secretário de Saúde, Florentino Neto, também fez um alerta sobre o reforço dos cuidados contra a Covid. O gestor garantiu que não irá faltar atendimento hospitalar.  

“Precisamos reforçar os cuidados para nos proteger, evitar aglomerações, usar sempre máscara e fazer a constante higienização das mãos. Não vai faltar atendimento hospitalar para quem precisar, mas somente com a conscientização de todos é que vamos vencer a Covid-19”, adverte o gestor.

Fonte: Rebeca Lima/Cidade Verde (Com informações da Sesapi e FMS) 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.