ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Picos registra segundo caso suspeito de Meningite

Se for confirmado será o segundo caso da doença registrado em menos de um mês no município.

A Coordenação Municipal de Vigilância Epidemiológica confirmou a existência de um segundo caso suspeito de Meningite em Picos (PI). Se for confirmado será o segundo caso da doença registrado em menos de um mês no município.

O coordenador da Vigilância Epidemiológica, Robsonclei Viana, confirmou que o paciente, que não teve o nome revelado, se encontra internado em um hospital de Teresina, mas ainda não foi divulgado o resultado do exame para confirmar ou descartar a doença.

“Todas as vigilâncias estão atentas para o surgimento de novos casos. Os Agentes de Saúde estão vigilantes nos bairros”, disse.

Robsonclei Viana  negou que na cidade de Picos esteja ocorrendo um surto deste tipo de infecção. “Falar para população picoense que no momento não é motivo para ficar preocupado, porque a gente não está tendo um surto de Meningite”, tranquilizou.

O coordenador destacou que os casos estão dentro da prevalência anual da doença. “É natural acontecer casos de Meningite na região de Picos, porque é tempo de frio em que as pessoas tende a ficar em casa, em locais fechados.”

Primeiro caso

No dia 26 de março um universitário da UFPI de Picos foi diagnosticado com a doença. Após passar mal e procurar o serviço de saúde, o jovem foi transferido para Fortaleza e internado com a infecção.

A Meningite

Meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. As meningites são causadas principalmente por vírus (meningite viral) e bactérias (meningite bacteriana), embora também sejam provocadas por: Fungos (meningite fúngica); Parasitas; Lesões físicas; Infecções, como otites, por exemplo; Câncer; Uso de medicamentos.

Nem todas as meningites são contagiosas ou transmissíveis, pois isso depende da sua causa. Se a doença for provocada por um traumatismo craniano, por exemplo, ela não é transmissível. Contudo, as meningites virais e bacterianas são altamente contagiosas e podem provocar surtos e epidemias.

A meningite meningocócica, por exemplo, é um tipo de meningite bacteriana, causada pela bactéria meningococo. Além de ser muito contagiosa, provoca um quadro grave e de evolução rápida.

Já a meningite viral é menos grave e mais comum que a meningite bacteriana e melhora sem um tratamento específico.

Qualquer pessoa pode contrair meningite, mas sabe-se que a doença atinge sobretudo crianças com menos de 5 anos.

Quais são os sintomas da meningite?

Febre; Dor de cabeça; Rigidez ou dor na nuca; Náuseas e vômitos; Manchas vermelhas ou roxas na pele (meningite meningocócica). Confusão mental; Sonolência; Dificuldade para acordar.

Como a meningite é transmitida?

A meningite viral pode ser transmitida pela saliva (fala, tosse, espirro, beijo) ou pelas fezes. A meningite bacteriana geralmente é transmitida de pessoa para pessoa através do contato com a saliva (tosse, espirro, fala, beijo) da pessoa doente ou portadora da bactéria.

É importante lembrar que a maioria das pessoas já está imune contra muitos dos vírus e bactérias que podem causar meningites.

Fonte: Web Piauí

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade