ad16
DestaquesGeralPolícia

Polícia do Ceará nega prisão de suspeitos do assalto ao Bradesco de Parambu.

[ad#336×280]Os Comandantes do CPI, Comando de Policiamento do Interior, e do 13º BPM, Batalhão de Polícia Militar de Tauá, negam informações publicadas pela imprensa piauiense sobre as prisões de dois suspeitos de participação no assalto à Agência do Bradesco do Município de Parambu na tarde da última sexta-feira, 31.

Os Tenentes-coronéis Macedo Filho e Giovane Guedes, respectivamente, disseram em entrevista ao Programa Tribuna Popular da RÁDIO DIFUSORA, nesta terça-feira, 04, que a notícia divulgada no site do Grupo Meionorte, não procede. “A Polícia do Ceará desconhece a prisão de qualquer um dos envolvidos no assalto”, disse o Comandante do CPI, que telefonou para a Unidade da Polícia Militar do Estado do Piauí, no Município de Valença, que também negou a informação.

Outra notícia publicada que também foi negada, se referiu a uma possível troca de tiros entre assaltantes e policiais. “Não houve qualquer confronto com os integrantes da quadrilha”, afirmou o Cel. Macedo, acrescentando que a caçada continua em operação conjunta das polícias dos dois Estados.

Suspeito foi preso em Pimenteiras - Foto: Reprodução/Portal O DIa
Suspeito foi preso em Pimenteiras – Foto: Reprodução/Portal O DIa

Assaltantes passaram em barreira policial

Já o Cel. Geovani disse que os membros da quadrilha só não foram capturados em virtude de uma desatenção dos policiais do Estado do Piauí que estavam em uma barreira montada numa rodovia que corta o Município de Pimenteiras.

“Os PM’s estavam aguardando a passagem de um veículo Polo de cor preta e permitiram a passagem de quatro pessoas em duas motos e até orientaram por onde eles deveriam passar. Eram os assaltantes”, lamentou o Comandante do 13º BPM, que chegou ao local cerca de 15 minutos depois.

Verificada a falha, as viaturas saíram em perseguição e os assaltantes ainda foram avistados, mas um disparo feito por um policial chamou a atenção dos fugitivos, que abandonaram as motos e embrenharam-se no matagal. Houve buscas no local, mas ninguém foi encontrado até agora.

Quadrilha identificada

Os integrantes da quadrilha que assaltou o Bradesco de Parambu já foram todos identificados, segundo informaram os dois comandantes. “São dois do município de Independência, um de Pedra Branca e outro de Quiterianópolis”, disse o Cel. Geovani, acrescentando que todos já estiveram presos em 2011 pela prática de assalto a banco.

A Polícia não revelou os nomes ainda porque aguarda a decretação da prisão preventiva pela Justiça de Parambu.

O valor levado da Agência até agora não foi informado.

Fonte: Radio Difusora de Tauá

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade