ad16
CulturaDestaquesTodas as Notícias

Projeto ‘Arte em Tela’ completa 5 anos e celebra existência com apresentações artísticas em Picos

A galeria é aberta a todo o público, de domingo a domingo. O espaço iniciou, em parceria com o Governo Federal, a exibição de filmes sobre Direitos Humanos.

O projeto ‘Arte em Tela’ completa, nesta segunda-feira (20), cinco anos de existência. Para celebrar a data, foi realizado, neste domingo (19), um festival com atrações artísticas. O evento aconteceu no Povoado Fátima do Piauí, em Picos, onde fica a sede do projeto.

Os cantores picoenses Vanderley Soares e Sherley Lima animaram a festa de aniversário do projeto, juntamente com o Grupo de Capoeira Angola Guaribas.

O ‘Arte em Tela’ surgiu com os artistas plásticos Gustavo Henrique e Eriberto Leal, os quais fabricam os artesanatos, sejam de óleo sobre tela ou utilizando madeira MDF, e expõem em uma galeria que fica localizada no Povoado Fátima do Piauí.

Gustavo Henrique, um dos fundadores do projeto, explicou de onde surgiu a ideia de criar e expor suas artes, juntamente com seu sócio.

“O Arte em Tela surge com o objetivo de difundir as artes plásticas, especificamente arte sobre tela. Fundamos com o objetivo de levar a arte plástica para o maior número de pessoas, especificamente aqui na comunidade. Começamos com um ateliê e hoje temos uma galeria onde há uma sala para criação das telas e outra para exposição de nosso trabalho”, explicou.

Os dois artistas trabalham de forma diária, de segunda a sexta – às vezes aos sábados –, na criação das telas e artesanatos que são expostos e abertos ao púbico em geral, de domingo a domingo.

“É um projeto destinado a todos os públicos, quer sejam amantes e também para aqueles que ainda não despertaram seu olhar para a arte”, disse.

Recentemente o grupo firmou uma parceria com o governo Federal onde receberá a 4ª edição do projeto “Circuito Difusão – Cinema e Direitos Humanos”, cujo propósito é ofertar filmes com conteúdos sociais, os quais têm o objetivo de estimular e democratizar o acesso ao cinema.

“O Governo Federal manda 10 filmes e o livro para o espaço e aqui estaremos exibindo esses filmes de Direitos Humanos. Ontem demos início ao primeiro filme. Dividimos em três sessões, durante a semana – segunda, quarta e sexta –, às 19h00, para exibir o filme ‘Sobre sonhos e liberdades’”, relatou Gustavo Henrique.

É proposta dos idealizadores do projeto ministrar aulas gratuitas de artes, mas, para isso, seria necessário o apoio financeiro de pessoas e entidades, devido ao alto valor dos materiais e dedicação de horário diário. Os interessados em colaborarem fielmente com o projeto podem entrar em contato através do WhatsApp (89) 99410-4560.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade