ad16
CidadeDestaquesGeralPolítica

Rinaldinho vai recorrer da decisão ao TSE

Rinaldinho
Rinaldinho

O vereador José Rinaldo Cabral Pereira Filho, o Rinaldinho, afirmou que vai recorrer da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) que cassou, por unanimidade, seu mandato de vereador em Picos em sessão ordinária realizada na última terça-feira, 2 de outubro.

Rinaldinho disse que o resultado já era esperado e que, por isso não foi sequer acompanhar o julgamento em Teresina. Mesmo com o mandato cassado o ex-vereador continua normalmente com sua campanha concorrendo a uma vaga na Câmara Municipal, pois continua a usufruir de seus direitos políticos podendo postular a uma vaga de vereador. Na mesma sessão também foi cassado por cinco votos a zero o diploma do primeiro suplente da coligação PMDB/PSL/PRB, Raimundo Nunes Ibiapino, o Renato.

Rinaldinho teve o mandato cassado por ter mudado do PMDB para o PSB. “Era incoerente de minha parte permanecer em um partido e votar na candidata a prefeita do partido de outra coligação, por isso que decidi mudar com bastante antecedência já que desde o início estive apoiando a administração municipal”, explicou. “Mas não tenho dúvidas de que essa perseguição toda a que sofremos eu, o vereador Zé Luis (também com o mandato cassado) e Renato irá resultar numa grande vitória nas urnas de maneira que estaremos de volta à Câmara em 2013”, afirmou Rinaldinho.

A representação contra Rinaldinho e Renato junto ao TRE-PI foi feita em outubro de 2011 pelo diretório municipal do PMDB, através do advogado Thiago Saunders Martins e reforçada pelo Ministério Público Eleitoral do Piauí por intermédio do então Procurador Regional Eleitoral, Marco Aurélio Adão, em 18 de novembro de 2011.

Rinaldinho teve como advogados de defesa William Guimarães e Luis Soares Amorim. De 113 processos de infidelidade partidária julgados no estado o seu foi um dos últimos a ir a julgamento. Renato foi defendido pelos advogados Guilhardo Cesá Medeiros Graça e Emmanuel Fonseca de Sousa.

Fonte: assessoria

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade