ad16
EducaçãoGeral

Secretaria Municipal de Educação de Picos adere ao “Programa Palavra de Criança”

Secretária Municipal de Educação de Picos – Foto: Arquivo

A Secretaria Municipal de Educação (SME) de Picos aderiu ao Programa Palavra de Criança. Esse programa é realizado em parceria com o UNICEF e tem como objetivos ajudar os municípios a organizar estratégias eficazes de alfabetização de crianças.

 O programa visa o compromisso com a educação com as crianças até os 08 anos de idade que estão cursando do 1º ao 3º ano do ensino fundamental, e que ainda não sabem ler e escrever. O foco central do programa é a língua portuguesa dentro da leitura e da escrita.

 A coordenadora responsável pela implantação do programa na SME de Picos, professora Ana Patrícia, informou que está sendo feito um diagnóstico nas escolas para saber a quantidade de alunos que serão beneficiados pelo Programa Palavra de Criança, e no mês de agosto será feito à abertura do programa na cidade de Picos.

 Segundo ainda a coordenadora Ana Patrícia, o programa consiste três pontos básicos. O primeiro é a capacitação a partir de seminários onde são desenvolvidas estratégias pedagógicas de monitoramento do trabalho da alfabetização por parte das equipes técnicas municipais.

 A segunda é a certificação que ao final do ano letivo é realizada uma avaliação com crianças do 3º ano e 2º ano em que são mensuradas as habilidades de leitura e escrita onde cada criança recebe um certificado que indica o estágio das habilidades.

 No caso do terceiro ponto é a Família Educando que é uma atividade extracurricular que procura sensibilizar aos pais sobre o seu papel fundamental na educação das crianças estimulando assim a sua participação efetiva na vida escolar dos seus filhos.

 De acordo com Ana Patrícia, os parceiros do programa são: UNICEF – FABER CASTEL, UNDIME, PROBEM, MEC e GOVERNO FEDERAL. As metas a serem alcançadas são as seguintes: Desenvolver Ações Estratégicas onde o aluno terá seu desempenho acompanhado e avaliado durante todo ano letivo com os 200 dias e 800 horas, e ainda trabalhar as habilidades de leitura e escrita.

“Esse programa tem tudo para se tornar um sucesso, a nossa secretária de educação Luísa Martins tem dado todo apoio possível para que nossos alunos possam alcançar os objetivos propostos”, disse ela.

 Secom

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade