ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Secretários de saúde do Piauí querem aplicação de Coronavac em adolescentes

A expectativa pela liberação da Coronavac em adolescentes representa para os gestores uma possibilidade de acelerar a imunização também em outros públicos como idosos e profissionais de saúde.

Gestores municipais de saúde do Piauí querem a autorização da Anvisa e do Ministério da Saúde para iniciar a aplicação da vacina Coronavac em adolescentes a partir de 12 anos. De acordo com a vice-presidente do conselho de secretarias municipais de Saúde, a autorização permitiria o avanço da imunização na faixa etária de 12 a 17 anos, que atualmente só pode receber o imunizante da Pfizer. 

“Na verdade, nós não temos autorização da Anvisa ainda para estar fazendo Coronavac em adolescentes, mas a vacina que vai chegar no Piauí é justamente a Coronavac. Então, a gente está esperando que o Ministério da Saúde consiga com a Anvisa fazer essa discussão para que a gente possa estar utilizando essa vacina no público acima de 12 anos de idade”, destacou a a vice presidente do Cosems, Leopoldina Cipriano. 

A expectativa pela liberação da Coronavac em adolescentes representa para os gestores uma possibilidade de acelerar a imunização também em outros públicos como idosos e profissionais de saúde, que recebem a dose de reforço com o imunizante da Pfizer, único que é aplicado no público de 12 a 17 anos. 

Chegada de mais doses

Um lote com 110 mil doses de Aztrazeneca chegou ontem ao Piauí e vai ser usado para a aplicação de 2ª dose em mais de 130 municípios. 

Na próxima semana, de acordo com a vice presidente do Cosems, o Piauí deve receber mais 400 mil doses de vacina que fazem parte de um pleito feito pelos gestores municipais junto ao Ministério da Saúde, como forma de compensação pelas estimativas de população calculadas de forma equivocada. 

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade