ad16
DestaquesEsporteTodas as Notícias

Técnico das Abelhas Rainhas narra perrengue até chegar à final: “Temos que fazer bingo”

Begão Silva, das Abelhas Rainhas, faz desabafo emocionado após jogo que colocou equipe na decisão do Piauiense feminino e lembra dia que denunciou abuso sexual: “As meninas ainda estão abatidas”

A vitória das Abelhas Rainhas por 3 a 2 sobre o Tiradentes-PI e que colocou o clube na final do Campeonato Piauiense feminino emocionou o técnico Begão Silva. Após a partida em Teresina, ele resgatou algumas das principais dificuldades enfrentadas pelo clube na disputa do torneio que dá vaga na Série A3 do Brasileiro. O treinador ainda afirmou que as jogadores ainda sentem os efeitos do assalto e do abuso sexual sofridos na saída do estádio Lindolfo Monteiro há uma semana.

– A gente passou uma semana conturbado infelizmente pelo acontecido. Infelizmente não tem como deixar de falar, as meninas ainda estão abatidas, vocês podem ver. Até elas entrarem em campo, tem passado mais da metade do tempo, mas elas foram guerreiras e procuraram botar em campo. Que vitória. Não é uma vitória qualquer. Dá cesso à final, em cima de um dos maiores rivais das Abelhas Rainhas. Então, isso é muito importante, nos fortalece muito – disse o treinador em entrevista coletiva à imprensa.

Begão Silva, técnico das Abelhas Rainhas — Foto: Arthur Ribeiro/GE PI

Jogadoras das Abelhas Rainhas foram vítimas de um assalto praticado por dois homens não identificados na 3ª rodada do Piauiense feminino. Na ação, uma atleta foi abusada sexualmente dentro do ônibus, segundo o treinador. A Polícia Militar foi acionada e dispersou a dupla. Disparos de arma de fogo foram ouvidos e interromperam outra partida que ocorria no local. Ninguém foi preso, e o clube não registrou Boletim de Ocorrências.

– Quem vê a gente aqui não sabe o que a gente passa. A gente faz rifa, bingo, pedir a um e outro e se abdicar de várias coisas para treinar com elas. É um monte de coisas que vem no momento que nos fortalece. Não foi uma vitória qualquer, foi em cima do atual campeão do estadual. Nos fortalece mais ainda para que, no domingo, a gente busque o título de campeão – completou o técnico.

As Abelhas Rainhas começaram a 5ª e última rodada do estadual na vice-liderança da tabela e precisavam vencer o Tiradentes-PI, que era o 1º colocado. Elas conseguiram. Depois de irem para o intervalo com dois gols de vantagem para o rival, a equipe do técnico Begão Silva virou o placar por 3 a 2. 

Abelhas Rainhas — Foto: Arthur Ribeiro/GE Piauí

– Muito feliz pelo placar, pela vitória. Começamos bem, erramos onde não poderia errar. Foi o que eu mais falei para as meninas: “jogo grande, ganha quem errar menos”. A gente errou mais que elas, cobrei, mostrei onde estava o erro. No segundo tempo falei que íamos ter que errar menos para poder ganhar o jogo. Fomos coroados com a vitória – concluiu Begão.

As Abelhas Rainhas pegam o Teresina na grande final que será disputada em jogo único marcado para domingo, às 16h, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. Em caso de igualdade no placar no tempo normal, haverá disputa de pênaltis. O campeão estadual disputa a Série A3 do Brasileiro feminino em 2022.

Fonte: GE Piauí

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.