ad16
DestaquesGeralPolícia

“Vai melhorar”, diz James Guerra sobre relação entre imprensa de Picos e Polícia Civil

[ad#336×280]O delegado geral de Polícia Civil do Estado do Piauí, James Guerra Júnior, se reuniu com representantes dos meios de comunicação social da cidade de Picos na manhã desta segunda-feira (3). Na pauta, as relações estremecidas entre as duas categorias – em especial entre profissionais da imprensa e os delegados lotados na cidade.

Guerra recebeu um ofício assinado por vinte e cinco profissionais de mais de dez diferentes veículos de comunicação que atuam na cidade de Picos, muitos deles com abrangência regional e referência, inclusive, em todo o território piauiense, como é caso do Portal RiachaoNet, que abastece todo o Piauí com informações sobre Picos e macrorregião.

O documento relata uma série de situações de constrangimentos e desrespeito vividas por repórteres que atuam na cobertura de casos policiais e necessitam de informações oficiais da Polícia Civil. Muitos deles foram destratados enquanto colhiam informações na Central de Flagrantes e até na própria da sede Delegacia Regional.

James Guerra - Foto: Evandro Alberto
James Guerra concede entrevista coletiva em Picos – Foto: Evandro Alberto

A principal reclamação dos jornalistas é o tratamento digno que deve ser dispensado a todas as pessoas, especialmente àqueles que atuam no desempenho de suas funções sem qualquer comprometimento ao trabalho da polícia.

James afirmou estar ciente da situação e destacou que em Teresina a relação entre a Polícia Civil e a imprensa foi fortalecida a partir da descentralização de informações. Ele garantiu que uma metodologia diferente deve ser aplicada no trato à imprensa picoense nos próximos dias.

“Entendemos que é um dever da Polícia Civil relatar os fatos que são produzidos pelas investigações. Claro que sempre preservando a natureza sigilosa das investigações, mas, ao mesmo tempo, dando satisfações do que vai ser feito e do que foi feito em cada inquérito policial”, pontuou.

Os servidores serão, ainda segundo o delegado, orientados sobre as formas de tratamento adequadas à imprensa.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade