ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

B-R-O BRÓ terá temperaturas acima de 41°C e baixa umidade

O B-R-O BRÓ, período mais quente do ano no Piauí, teve início nesta terça-feira (1º)

O B-R-O BRÓ, período mais quente do ano no Piauí, teve início nesta terça-feira (1º) e a previsão é de temperaturas acima de 41°C. A maior onda de calor registrada no estado foi em Bom Jesus em 2005 com  44,7°C. Em Teresina, já chegou a 42,5°C. 

O climatologista Werton Costa alerta que os piauienses devem se preparar para temperaturas bastante elevadas entre 0,5 a 1º C acima da média. Por outro lado, ele explica que o fim do período, novembro e dezembro, deve ter um “plus” de umidade devido ao fenômeno natural La Niña.

Foto: Arquivo Cidadeverde

“Segundo a metereologia nacional e mundial estamos presenciando a formação de uma La Niña que deve impactar positivamente o início da nossa pré-estação chuvosa, ou seja, final de novembro e início de dezembro”, disse climatologista.

As temperaturas tão elevadas no B R O BRÓ acontecem devido ao equinócio que atinge de forma vertical a linha do equador irradiando uma grande quantidade de energia térmica e luminosa. 

“Esse volume extraordinário de energia radiante que faz com que as temperaturas sejam mais elevadas e a umidade relativa decaia, ampliando também os índices radiotivos. Esse período tem o pacote completo: baixa umidade, altos índices radioativos e média térmicas crescentes”, disse Costa. 

O climatologista explica ainda que em 2019 houve um B R O BRÓ mais quente dos últimos cinco anos devido à uma condição do Atlântico que estava mais frio e inibiu a entrada do corredor de umidade. 

Sônia Feitosa, gerente de Hidrometeorologia da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), prevê que as temperaturas nos meses de setembro, outubro, novembro poderão ultrapassar os 41°C . Ela revela que este mês de agosto já registrou 39°C em Teresina.

“Os meses de setembro e outubro deverão ser os mais críticos com altas temperaturas e baixa umidade chegando a 12% quando o ideal seria em torno de 50% a 60% de umidade relativa do ar”.  

Cidade Verde/Graciane Sousa e Yala Sena

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade